Adolescente esculpe bandeiras para ajudar crianças e veteranos

Lorenzo Liberti está arrecadando dinheiro para ajudar jovens com necessidades especiais e veteranos que não têm onde morar nos EUA

Profissionais da saúde recebendo doação de adolescente de 15 anos

Profissionais da saúde recebendo doação de adolescente de 15 anos

Reprodução/Instagram heroic.flags

Lorenzo Liberti, 15 anos, está tentando ajudar veteranos sem-teto, crianças com necessidades especiais e apoiar profissionais da área de saúde. O jovem da Flórida, nos Estados Unidos, está esculpindo bandeiras americanas de madeira pinus para vender. O dinheiro arrecadado é doado para quem precisa na pandemia do coronavírus.

Nos últimos 8 meses, o garoto fez 50 bandeiras e, graças à divulgação nas redes sociais, ele conseguiu doar algumas para hospitais. Outras ele vende para quem se interessa em ter o produto e quer ajudar os menos favorecidos.

A primeira coisa que o motivou a arrecadar dinheiro foi ver ex-militares que não têm onde morar. "Eu queria fazer algo a respeito, mas não tinha certeza de como um menino de 15 anos poderia ajudar", disse Lorenzo para um jornal local.

Desde que a pandemia causada pela covid-19 atingiu o país, ele ampliou sua missão para homenagear trabalhadores médicos na linha de frente da luta contra a doença. Ele abriu uma vaquinha online para conseguir arrecadar dinheiro para fazer bandeiras para todos os estados do país. Ele já tem uma de 2,10 metros pendurada num hospital de Sarasota, onde sua mãe trabalha. Até agora, ele arrecadou quase US$ 8.600 de sua meta é chegar a US$ 50.000.