Adolescente produz pães artesanais para comprar um piano

Raul Sá, de 13 anos, prepara os pães e os vende por meio das redes sociais; em um ano, ele conseguiu juntar dinheiro para realizar seu sonho

  • Virtz | Luciana Mastrorosa, do R7

audima
Adolescente vende pães pela internet para comprar um piano
Arquivo Pessoal

Raul Sá, um adolescente de 13 anos, está fazendo sucesso nas redes sociais por uma atividade inusitada: fazer e vender pães.

O garoto passou a se dedicar à atividade, que aprendeu com a mãe, para realizar o sonho de ter um piano. Em pouco mais de um ano comercializando os pães artesanais, e com o apoio de familiares, ele finalmente conseguiu obter a quantia necessária, de R$ 8 mil, para comprar o instrumento musical. 

Raul mora com os pais, Meriele e Getúlio, e os irmãos, Benjamin e Davi, na cidade de Jundiaí, no interior de São Paulo. Ele cursa o oitavo ano numa escola em Campinas e, nas horas vagas, se dedica à panificação. As encomendas podem ser feitas pelo perfil do garoto no Instagram.

Raul aprimorou a receita e oferece os pães em diversos sabores
Arquivo Pessoal

"Comecei a me interessar por piano quando aprendi a tocar teclado. Um dia, minha escola ganhou um piano e eu tentei tocar, achei aquilo incrível e falei para minha mãe que queria ter um em casa", diz Raul.

"Ela tinha acabado de me ensinar a fazer pão, nas minhas férias de julho de 2019. Logo depois, minha mãe me estimulou a fazer os pães e vendê-los para conseguir comprar o instrumento", conta ele.

Publicidade

Inicialmente, Raul vendia os pães artesanais para familiares e amigos. Mais tarde, a produção cresceu e, com o apoio dos pais, Raul criou uma conta no Instagram para divulgar sua produção e ajudar nas vendas.

Arquivo Pessoal

O volume de encomendas é variável, mas já foi o suficiente para conseguir o valor para a compra do piano. "Muitos familiares contribuíram, como presente de Natal, mas eu tive que produzir os pães por um ano para juntar o dinheiro", diz ele, orgulhoso.

O modelo do piano já foi escolhido, mas o instrumento musical deve chegar à casa de Raul apenas em dezembro, pois o imóvel está passando por uma reforma.

"Já fiz músicas com meus amigos, instrumentais, no piano, e pensei em seguir a profissão de músico, mas hoje imagino que será um hobby, por enquanto", conta.

Mesmo com o objetivo inicial cumprido, o menino pretende continuar com a produção e venda dos pães. "Quero agradecer à loja de bolos Ana Brasileira, que é minha parceira e onde meus clientes podem buscar o pão, e também a Deus, que me permitiu fazer tudo isso", diz Raul.

A família reunida para apoiar o adolescente a realizar seu sonho
Arquivo Pessoal
Ir para versão mobile