Novo Coronavírus

Virtz Ajuda assistencial dá apoio a família sem emprego durante quarentena

Ajuda assistencial dá apoio a família sem emprego durante quarentena

Adélia Cristina vive com seu marido e os dois filhos no sertão nordestino. Com a pandemia, viram-se sem trabalho e dependem de auxílio para se manter 

Adélia Cristina vive com o marido e os filhos no sertão nordestino e recebe ajuda do SOS Famílias do Sertão

Adélia Cristina vive com o marido e os filhos no sertão nordestino e recebe ajuda do SOS Famílias do Sertão

Divulgação/ SOS Famílias do Sertão

A pandemia do novo coronavírus afetou a vida financeira de muita gente. É o caso da família de Adélia Cristina da Silva, de 33 anos. Ela mora em casa própria com seu marido, Jorge do Nascimento Ramos, de 27 anos, e os filhos Ítalo Jonatan, de 15, e Aisha Rebeca, de 4 anos.

Antes da quarentena, seu marido estava conseguindo trabalhar, vendendo sanduíches num carrinho. Mas, agora, o casal está sem emprego, dependendo de ajuda externa para manter a família. 

A região em que eles moram é amparada pela ação SOS Famílias do Sertão, que dá apoio a pessoas em situação de vulnerabilidade social, em especial agora, durante a quarentena. Essa é uma das ajudas fundamentais que Adélia tem recebido.

Ainda não contribuiu? Faça sua doação ao SOS Famílias do Sertão para que a ajuda continue chegando às pessoas que precisam

Adélia e a filha Aisha Rebeca, de 4 anos

Adélia e a filha Aisha Rebeca, de 4 anos

Divulgação/ SOS Famílias do Sertão

Além do apoio do SOS Famílias do Sertão, Adélia conta com auxílios do governo, como o Bolsa-Família e o auxílio emergencial oferecido por conta da pandemia. Com isso, mais a ajuda da mãe dela e da sogra, eles têm conseguido manter os cuidados com a casa e a alimentação da família.

A família está feliz da vida porque a menina Aisha Rebeca conseguiu uma vaga numa escola atendida pelos projetos assistenciais da região

A família está feliz da vida porque a menina Aisha Rebeca conseguiu uma vaga numa escola atendida pelos projetos assistenciais da região

Divulgação/ SOS Famílias do Sertão

Neste momento de insegurança social, Adélia tem mais um motivo para comemorar, além das ajudas recebidas: seus dois filhos estão na escola, ainda que as aulas tenham sido suspensas temporariamente por conta da covid-19.

A menor, Aisha Rebeca, conseguiu vaga numa das escolas mantidas pelo SOS Famílias do Sertão, que dá apoio não apenas em relação à educação, mas também atenção e amparo sociais.

"Desde que ela entrou lá, há um ano, mudou muito para a gente, porque tudo lá é bem seguro. E eles me dão suporte e assistência social", afirma a dona de casa.

"Quando recebi a ligação para inscrever a menina na escola, eu não acreditava que ia dar certo, porque tinha muita gente. Mas, como minha mãe sempre fala, tudo a gente tem que botar Deus na frente e acreditar. Quando fui fazer a matrícula dela, a alegria foi muito grande. Meu marido ficou mais feliz ainda, ele tinha mais confiança que eu mesma", diz Adélia.

Conheça mais sobre o SOS Famílias do Sertão e saiba como fazer sua doação.

Com o apoio do SOS Famílias do Sertão, mais os auxílios do governo e de parentes, Adélia e o marido têm conseguido manter a casa

Com o apoio do SOS Famílias do Sertão, mais os auxílios do governo e de parentes, Adélia e o marido têm conseguido manter a casa

Divulgação/ SOS Famílias do Sertão

Últimas