Aluno da Unesp é premiado por criar sistema para controlar próteses

Equipamento movimenta uma mão mecânica a partir dos sinais elétricos dos músculos do braço captados por sensores 

Luan Vogás na premiação do 31º Congresso de Iniciação Científica

Luan Vogás na premiação do 31º Congresso de Iniciação Científica

Imagem: Fabio Mazzitelli / ACI Unesp

O estudante do curso de engenharia elétrica da Unesp, em Ilha Solteira, Luan Mateus Bocalan Vogás desenvolveu um microcontrolador para movimentar próteses em pessoas com membro superior amputado e recebeu o prêmio principal do 31º Congresso de Iniciação Científica (CIC) da universidade.

A ideia do projeto surgiu a partir de um bracelete usado no Laboratório de Instrumentação e Engenharia Biomédica (LIEB). O equipamento era capaz de detectar sinais elétricos dos músculos em gestos realizados pela mão do usuário e transmiti-los sem fio para executar tarefas em computadores ou celulares. O fabricante, porém, limitava o uso do dispositivo e também não permitia o acesso aos dados coletados nos testes.

A partir dessa limitação, o estudante teve a iniciativa de desenvolver o microcontrolador que poderia ser usado para dar movimento às próteses.

Bracelete capta os movimentos dos músculos do braço

Bracelete capta os movimentos dos músculos do braço

Divulgação

"O microcontrolador é o cérebro do sistema. A partir dos sinais elétricos captados pelo bracelete no braço da pessoa, ele envia para prótese o movimento que deve ser executado", explica Vogás.

O futuro engenheiro também criou os programas responsáveis por fazer com que o microcontrolador se conecte via bluetooth com o bracelete e transmita os sinais elétricos.

Segundo o estudante, o sistema pode ser usado também para executar outras funções. "Dependendo da programação, é possível fazer com que uma pessoa movimente uma cadeira de rodas ou outros equipamentos eletrônicos."

O projeto premiado na categoria Ciências Exatas, da Terra e Engenharias teve orientação dos professores do Departamento de Engenharia Elétrica da Unesp Ilha Solteira Marcelo Augusto Assunção Sanches, Aparecido Augusto de Carvalhos e Ricardo Taoni Xavier.