Campanha planeja doação de tablets para escolas públicas do Rio

A EDUCAÇÃO +DIGITAL quer levar acessibilidade digital a alunos e professores para reduzir a desigualdade social

Alunos vão ter tablets com internet para poder estudar

Alunos vão ter tablets com internet para poder estudar

Reprodução/Divulgação Junior Achievement

A pandemia da covid-19 fechou escolas em todo o Brasil. O retorno nos próximos meses ainda pode ser gradual, de acordo com as normas de distanciamento. Mas a falta de acessibilidade digital já é considerada um desafio para a retomada das aulas. A campanha EDUCAÇÃO +DIGITAL foi criada com o intuito de doar tablets com acesso à internet para escolas públicas do Rio de Janeiro.

As organizações sociais Instituto da Criança, Junior Achievement RJ, Instituto Apontar, Parceiros da Educação e Rede Cruzada se uniram na tentativa de minimizar a desigualdade social e levar oportunidades de ensino.

O projeto pretende impactar aproximadamente 12 mil alunos do ensino fundamental e médio, além de 750 professore. Segundo Pedro Werneck, representante do Instituto da Criança “a campanha representa uma oportunidade para sociedade civil atuar diretamente na redução da evasão escolar, na inovação do aprendizado e na construção de um legado de inclusão digital no sistema de ensino carioca”.

Além da doação de eletrônicos, a ideia também é treinar docentes com ferramentas do Google For Education e gestão de aula em plataformas digitais.

As contribuições podem ser feitas pelo site Benfeitoria