Virtz Celebrando 50 anos, Heliópolis recebe espaço dedicado às crianças

Celebrando 50 anos, Heliópolis recebe espaço dedicado às crianças

Comunidade na capital paulista se une ao movimento Unidos pelo Brincar; inauguração ocorre no próximo domingo (19); 

As crianças de Heliópolis ajudaram a construir seu espaço lúdico dentro da comunidade

As crianças de Heliópolis ajudaram a construir seu espaço lúdico dentro da comunidade

Divulgação

A comunidade de Heliópolis, na zona sul de São Paulo (SP), é considerada a maior favela da capital. E, no próximo domingo (19), Heliópolis completa 50 anos. Para celebrar essa data, a comunidade criou um espaço lúdico dedicado às crianças, com jogos e brincadeiras pensados para colaborar com seu desenvolvimento emocional, cognitivo, físico, social e criativo. A iniciativa faz parte do projeto Favela do Brincar.

"Receber o Favela do Brincar em Heliópolis é um presente para que nossa comunidade volte a sonhar, a brincar e interagir melhor com as crianças e com seus vizinhos. A saída de casa para se apropriar do espaço que é deles é o que se propõe também", afirma José Marcelo, fundador do Ação Comunitária Nova Heliópolis. O lançamento do novo espaço lúdico para as crianças no Heliópolis ocorre no domingo (19), das 14h às 16h, na sede da Ação Nova Comunitária.

As intervenções lúdicas do Favelas do Brincar, como essa que Heliópolis está recebendo, são construídas em áreas públicas de favelas e já foram implementadas em Paraisópolis (SP) e no  Complexo do Alemão (RJ).

"O legado do Favelas do Brincar é o resgate das crianças e suas famílias, no pós-pandemia. Eles agora vão voltar a sair de casa e aproveitar as brincadeiras, com interação comunitária", acredita José Marcelo.

Interação comunitária

Em Heliópolis, a ação contou com a ajuda dos moradores da comunidade, que se juntaram à causa e participaram ativamente da construção desse espaço especial para os pequenos.

Além dos adultos colocando a mão na massa, os mais interessados no projeto - as crianças - também participaram dando opiniões e atuando no planejamento e na criação dos espaços. A parceria recebeu também o apoio da Ação Comunitária Nova Heliópolis, associação que contribui para a realização de novos projetos para as famílias em toda a comunidade.

Os pequenos participaram do planejamento e da criação dos novos espaços lúdicos

Os pequenos participaram do planejamento e da criação dos novos espaços lúdicos

Divulgação

Em Heliópolis, as intervenções foram realizadas em espaços que já eram utilizados pelas crianças para brincar, entre os corredores dos conjuntos habitacionais da comunidade. Dessa forma, o projeto Favela do Brincar veio para trazer melhorias para o local e contribuir para que as crianças saiam um pouco das telas e do mundo digital e passem a ocupar mais os espaços públicos, de maneira divertida e segura.

Dentre as criações implantadas, os pequenos têm à disposição um caminho do brincar, com pegadas no chão que os levam a variados tipos de brincadeiras projetadas através de pinturas como amarelinha, labirinto e outras baseadas em canções infantis tradicionais da cultura brasileira.

Com esse novo espaço, a comunidade se une ao movimento Unidos pelo Brincar - afinal, brincar é direito fundamental de toda criança e parte integrante de seus processos de aprendizagem.

O Favelas do Brincar nasce dentro desse movimento, na tentativa de ampliar o acesso das crianças às brincadeiras ao ar livre e menos condicionadas ao uso de celulares, computadores e telas. A iniciativa é uma parceria com o G10 Favelas e usa recursos do projeto Pé de Infância, da Bernard van Leer Foundation, e da iniciativa Playful Learning Landscapes (PLLAN).

Com a ajuda de toda a comunidade, o espaço será entregue aos pequenos no domingo

Com a ajuda de toda a comunidade, o espaço será entregue aos pequenos no domingo

Divulgação

Últimas