China inicia teste em humanos de duas vacinas contra a covid-19

Os medicamentos foram desenvolvidos pela Sinovac Biotech e pelo Instituto de Produtos Biológicos de Wuhan, primeiro epicentro da doença

Chineses começam a testar vacina em humanos

Chineses começam a testar vacina em humanos

REUTERS/Aly Song

A China aprovou testes humanos em estágio inicial para duas vacinas experimentais que podem combater o novo coronavírus, que já matou mais de 100 mil pessoas em todo o mundo, informou a agência estatal Xinhua nesta terça-feira (14).

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

As vacinas estão sendo desenvolvidas pela Sinovac Biotech, listada na Nasdaq e sediada em Pequim, e pelo Instituto de Produtos Biológicos de Wuhan, uma afiliada do estatal Grupo Farmacêutico Nacional da China.

Em março, a China recebeu autorização para outro teste clínico de um candidato a vacina contra a covid-19 desenvolvido pela Academia de Ciências Médicas Militares da China e pela empresa de biotecnologia CanSino Bio, logo após o grupo norte-americano Moderna informar que havia iniciado testes em humanos para a vacina com os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos.