Virtz Churrasqueiro autodidata distribui comida para comunidades carentes

Churrasqueiro autodidata distribui comida para comunidades carentes

Jonathan Jones está ajudando a combater a fome em Phoenix, no Arizona, com o projeto Smokin' Hope

Jonathan Jones e sua equipe ajudam a alimentar a comunidade com o Smokin' Hope

Jonathan Jones e sua equipe ajudam a alimentar a comunidade com o Smokin' Hope

Reprodução/Instagram Smokin' Hope

O jovem e sorridente Jonathan Jones é um pitmaster, ou seja, um profissional especializado no barbecue, o churrasco norte-americano. Basicamente, é um churrasqueiro, e dos bons. Autodidata, ele aprendeu sozinho a lidar com equipamentos, carvão, lenha, carnes e fumaça e, hoje, usa seu conhecimento para ajudar a combater a fome e  a insegurança alimentar em Phoenix, no Arizona, Estados Unidos, onde viveu a maior parte de sua vida.

Depois de "queimar muita carne" fazendo churrasco no jardim de sua casa, como ele mesmo afirmou ao Today, finalmente Jonathan aprendeu os macetes de um bom churrasco e, depois de 5 anos de estudos, usa sua excelente culinária para alimentar os que precisam, por meio do projeto Smokin' Hope.

O Smokin' Hope nasceu em 2018 e transformou-se em um organização sem fins lucrativos. Com a ação, o churrasqueiro e uma equipe de assistentes e voluntários se deslocam até comunidades carentes de Phoenix levando alimentos preparados por eles mesmo, como salsichas, costelinhas suínas defumadas, cortes bovinos grelhados e sanduíches.

Da ideia para a ação

Ainda em 2018, a Smokin' Hope se transformou numa organização não-governamental. A ideia surgiu quando Jonathan promoveu uma festa e ficou preocupado com o que iria fazer com o tanto de churrasco que sobrara.

"Percebi então que, mesmo que apenas eu fizesse a comida e a doasse, ainda assim eu poderia espalhar um pouco de positividade", disse ele. "Havia muito caos acontecendo na cidade, então me comovi e decidi cozinhar para as pessoas que estavam passando dificuldade."

A partir da primeira experiência de produzir e distribuir o churrasco para as pessoas carentes, em 2018, Jonathan esperava ajudar cerca de 30 a 40 pessoas que estavam em situação de insegurança alimentar. Para sua surpresa, ele acabou alimentando cerca de 100 pessoas.

"Eu cresci em Phoenix e vivi aqui boa parte da minha vida toda", afirmou ele, que agora mora em Glendale, também no Arizona. "Sempre digo às pessoas que não é um político ou uma celebridade que vai nos ajudar e nos salvar. Somos nós mesmos, da comunidade, que podemos cuidar e amar uns aos outros", acredita ele. 

Sempre com a solidariedade em mente, ele acrescenta: "O churrasco sempre teve essa cara de 'comida que une a comunidade'. E é isso mesmo, fazer churrasco une as pessoas. Então, foi isso que eu decidi fazer para ajudar."

O projeto tem sobrevivido desde o início por meio de doações arrecadadas em campanhas e também apoio financeiro de comércios locais. Outros estabelecimentos ajudam como podem, oferecendo insumos e ingredientes.

Com as doações recebidas e o apoio financeiro, mais a ajuda bem-vinda de sua equipe e de voluntários, a Smokin' Hope já foi conseguiu alimentar mais de mil pessoas na região de Phoenix.

Em algumas das comunidades aonde ele leva o churrasco para distribuir, Jonathan ficou conhecido como "the rib man" (ou "o homem da costelinha").

Em outros lugares, as pessoas simplesmente reconhecem seu veículo e também o aroma delicioso que a comida do chef deixa por onde passa. Faz sucesso um sanduíche de carne de porco desfiada e temperada, que eles entregam a quem precisa, principalmentes moradores de rua que não encontram vaga em abrigos.

Jonathan pretende expandir o Smokin' Hope. Com as doações que a organização recebeu até agora, a ideia é comprar uma espécie de van adaptada para cozinha, como um food truck, para facilitar o preparo e a distribuição das comidas e atender a um público ainda maior.

Últimas