Companhia aérea usa aplicativo para auxiliar passageiros surdos

Comissários inserem informações que precisam ser passadas durante o voo e um personagem virtual traduz para Libras, Língua Brasileira de Sinais

Empresa quer melhorar a comunicação com deficientes auditivos

Empresa quer melhorar a comunicação com deficientes auditivos

Reprodução/Pexels

Por conta do uso de máscaras, a comunicação com pessoas que possuem alguma dificuldade auditiva ficou mais difícil, pois impede a leitura labial. Para facilitar a comunicação entre a tripulação e os passageiros surdos, a Gol lançou a iniciativa 'Libras a Bordo', na última quinta-feira (10), no Dia Mundial da Língua de Sinais.

Os comissários terão um tablet com o aplicativo 'VLibras', que faz a tradução para LIBRAS. Após inserir as informações por meio de texto ou áudio, um personagem digital, que pode ser homem ou mulher, faz os sinais na tela do aparelho.

"Esta iniciativa vai ajudar as pessoas a se comunicarem dentro do avião e terem acesso às informações tão importantes para a saúde, segurança e bem estar", afirma Priscila Hernandez, Gerente Estratégica de Tripulação de Cabine.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há cerca de 9 milhões de brasileiros surdos ou com alguma dificuldade auditiva.