Virtz Creche envia livro em cesta básica para crianças no Alemão

Creche envia livro em cesta básica para crianças no Alemão

Com a suspensão das aulas, a instituição fundou um clube de leitura durante pandemia do coronavírus para entreter alunos da comunidade

  • Virtz | Mariene Lino, do R7*

Autor, que é vizinho ao Complexo do Alemão, doou 100 livros para as crianças da creche

Autor, que é vizinho ao Complexo do Alemão, doou 100 livros para as crianças da creche

Divulgação

Sem poder abrir as portas devido à pandemia do coronavírus, a Creche Recreação Infantil Estrelinha, localizada na Área 5 do Complexo do Alemão, na zona norte do Rio, fundou um clube de leitura para entreter os alunos em casa.

Em homenagem à coordenadora pedagógica, o projeto tem o nome Rosângela Marinho. A iniciativa partiu da filha, Carolina Marinho, mestranda em Relações Étnico-Raciais pelo Cefet-RJ.

Como as atividades educativas estão suspensas desde março, ela contou ter ficado preocupada com a saúde mental das crianças durante o período de isolamento social.

A coordenação da escola não aderiu à metodologia à distância porque, segundo Carolina, nem todas as famílias têm celular e internet. “Há relatos de crianças que, por tédio, subiram no telhado para ter um pouco mais de liberdade”, relatou ela.

Os livros são entregues dentro das cestas básicas e kits de higiene e roupas, doadas periodicamente a 100 famílias em situação de vulnerabilidade social, seguindo os protocolos de segurança.

“A minha preocupação maior é proteger as crianças do coronavírus. Nosso foco de trabalho é garantir alimentação, higienização e apoio psicológico”, explicou Carolina.

Creche envia livros em cestas básicas para alunos

Creche envia livros em cestas básicas para alunos

Divulgação

Para realizar o clube, ela fez pedidos de doações de livros e desenhos para colorir nas redes sociais. Uma delas veio do escritor Otávio Cesar Junior, conhecido como Livreiro do Alemão, que doou 100 livros para o clube. Ele também está ajudando a instituição na organização das doações periódicas de cestas básicas.

“A iniciativa delas é incrível, porque alinha os livros às doações de cestas básicas a famílias que, por conta da pandemia, perderam empregos e não puderam manter as crianças na creche. Fico muito feliz em poder ajudar”, disse Otávio.

O clube também conseguiu uma parceria com uma editora de São Paulo, que vai doar livros para o Dia das Crianças.

Atualmente, a instituição atende 150 crianças, de 0 a 6 anos. A creche realiza trabalho de letramento, contações de histórias e atividades para desenvolver a sociabilidade e a psicomotricidade. Até agosto, foram doadas 553 cestas básicas.

* Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas