Curso da USP ensina ciência para garotas do ensino básico

Projeto Astrominas terá apoio de cientistas e deve durar cinco semanas; inscrições vão até dia 20

Projeto voltado para meninas do ensino médio

Projeto voltado para meninas do ensino médio

Jornal da USP

Estudantes do ensino básico terão a possibilidade de se aventurar pelo universo da ciência. O Projeto Astrominas, um curso do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP, foi criado especialmente para meninas e terá cientistas como “fadas madrinhas”.

Durante cinco semanas,  garotas do 9o. ano do ensino fundamental e 1o. e 2o. ano do ensino médio serão apresentadas às carreiras de astrônoma, neurocientista, engenheira, física, bióloga e outros temas da área.

Respeitando as recomendações de distanciamento social, as atividades serão realizadas pela internet e contarão com aulas, experimentos, murais, palestras, e conversas com cientistas convidadas relatando suas experiências.

Cinco semanas de aulas no universo da ciência

Cinco semanas de aulas no universo da ciência

Marcos Santos/USP Imagens

Segundo Daniele Honorato, uma das organizadoras, o Astrominas foi criado para superar uma desigualdade de gênereo na área de ciências, além do caráter educativo. “A ciência apresentada nas escolas é quase que exclusivamente representada por nomes masculinos. Além disso, todo o processo histórico contribuiu para que os nomes femininos fossem invisibilizados. Sendo assim, é fundamental construir a imagem da ciência de uma forma mais feminina”, explica, em entrevista ao Jornal da USP.

As inscrições vão até o dia 20 de maio e a seleção será feita por sorteio, que levará em consideração cotas PPI (para pretos, pardos e indígenas). Após o curso, todas as meninas receberão um certificado.