Virtz Empresa doa equipamentos para acelerar testagem da covid-19

Empresa doa equipamentos para acelerar testagem da covid-19

A JBS realizou as doações por meio de seu programa 'Fazer o Bem Faz Bem', são 21 extratores de RNA e 62 kits de extração em todo o país

  • Virtz | Do R7

Equipamentos serão usados para acelerar testagem da covid-19 no Brasil

Equipamentos serão usados para acelerar testagem da covid-19 no Brasil

Reprodução/YouTube

A JBS, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, realizou a doação de equipamentos para acelerar a testagem da covid-19 no Brasil.

A ação foi empreendida por meio do programa de responsabilidade social da empresa, chamado de 'Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade', e envolveu a doação de 21 extratores de RNA e 62 kits de extração para o Ministério da Saúde. Os aparelhos, usados para a testagem da covid, serão enviados ao Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) e distribuídos a todas as regiões do país.

Esses aparelhos têm como diferencial a maior rapidez na testagem da doença. Cada um deles consegue processar 96 amostras em uma hora. Além de atuar no controle da pandemia, o extrator de RNA pode ser utilizado para diagnosticar outras doenças virais, como influenza, HPV e hepatites B e C.

Os kits e equipamentos serão entregues a partir deste mês para 21 unidades da federação: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírio Santo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo, Tocantins e Distrito Federal.

Responsabilidade social

Com o programa social "Fazer o Bem Faz Bem", a JBS já destinou R$ 400 milhões em doações para o enfrentamento da pandemia no país.

Desse total, R$ 50 milhões foram encaminhados para a área científica, R$ 330 milhões foram para a saúde pública e outros R$ 20 milhões para projetos sociais. Mais de 290 municípios foram beneficiados com as ações realizadas pela companhia em todo o Brasil.

A partir de janeiro, o programa dará início a uma nova fase de atuação, com investimento de R$ 20 milhões. Desta vez, a ação será focada no voluntariado e deve envolver os colaboradores das unidades de produção da JBS em mais de 100 municípios. Mais informações sobre o "Fazer o Bem Faz Bem" podem ser acessadas no site oficial do programa.

Últimas