Coronavírus

Virtz Empresa doa oxímetros para unidades de saúde de São Paulo

Empresa doa oxímetros para unidades de saúde de São Paulo

Sete mil equipamentos foram doados pela JBS e apoiarão as equipes médicas no tratamento de pacientes com covid-19

  • Virtz | Do R7

Sete mil oxímetros foram doados pela JBS para apoiar batalha contra a covid-19

Sete mil oxímetros foram doados pela JBS para apoiar batalha contra a covid-19

Reprodução/Pexels

Sete mil aparelhos para medição da saturação de oxigênio no sangue foram doados pelo programa de responsabilidade social Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade, encabeçado pela empresa JBS. Os equipamentos foram encaminhados à Secretaria de Saúde do Governo do Estado de São Paulo e serão distribuídos, prioritariamente, entre as unidades de saúde referência em Covid-19 em todo o estado.

A saturação é um dos métodos de acompanhamento da evolução clínica da doença e possibilitam que a equipe profissional da saúde promova intervenções mais rápidas e precisas. “Essa doação deixa um legado permanente para a população, que poderá usufruir dela mesmo após o período de pandemia”, afirma Fernando Meller, gestor do programa Fazer o Bem Faz Bem.

Equipamento permite intervenções médicas mais assertivas

Equipamento permite intervenções médicas mais assertivas

Reprodução/ AG7 Media

“O oxímetro é o instrumento, de muito fácil manejo, que permite mensurar a saturação e indicar se há necessidade de reposição precoce de oxigênio, evitando assim suporte ventilatório invasivo subsequente”, diz Dr. Adauto Castelo Filho, médico infectologista que presta consultoria à JBS em questões relacionadas ao novo coronavírus.

Equipamentos para novos leitos

Por meio do Fazer o Bem Faz Bem, em 2021, as ações da JBS contabilizam, também, a doação de mais de 980 equipamentos hospitalares que permitirão a abertura de novos leitos de UTI nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul, além de 400 cilindros de oxigênio para o Amazonas e a verba para manutenção dos serviços de atendimento médico em Paraisópolis, na capital paulista, por dois meses.

O programa Fazer o Bem Faz Bem destinou R$ 400 milhões para o combate à pandemia no Brasil e atendeu a mais de 300 cidades em todas as unidades da federação, beneficiando 77 milhões de pessoas. 

Saiba mais sobre o programa no site jbs.com.br/fazerobemfazbem/

Últimas