Empresa farmacêutica apoia projeto de lar temporário para animais

Evento interno virtual da Boehringer Ingelheim arrecadou fundos para ONGs e encontrou colaboradores dispostos a acolher animais abandonados

Colaboradores da empresa se voluntariaram para acolher temporariamente animais abandonados

Colaboradores da empresa se voluntariaram para acolher temporariamente animais abandonados

Divulgação

A empresa farmacêutica Boehringer Ingelheim promoveu recentemente um grande evento interno anual. Porém, devido à quarentena provocada pelo novo coronavírus, os colaboradores tiveram de acompanhar o evento pela internet.

Assim, a empresa decidiu que toda a verba que seria utilizada na organização fosse destinada a ONGs parceiras, como a AMPARA Animal (Associação de Mulheres Protetoras dos Animais Rejeitados e Abandonados). Além disso, os colaboradores que participaram do encontro online também foram convidados a participar do projeto "Lar Temporário", de adoção provisória de algum animal que está sob a proteção da ONG.

Duas famílias aderiram ao programa e adotaram temporariamente animais abandonados, apoiando a causa neste momento de pandemia. Como agradecimento, a Sabrina Sato, parceira da AMPARA Animal, enviou um vídeo parabenizando a Boehringer Ingelheim pela atitude.

Apoio aos pets sem lar

"Essa iniciativa ganha mais relevância neste momento de pandemia, com recomendações de distanciamento social pelas organizações de saúde. A AMPARA Animal, que ajuda 450 protetores e beneficia mais de 100 mil pets, identificou um aumento significativo de abandono de animais neste período e uma diminuição em adoções, pois os eventos foram cancelados, fazendo com que os abrigos fiquem superlotados", afirma Juliana Camargo, presidente da AMPARA Animal.

A Boehringer Ingelheim Saúde Animal apoiou a campanha internamente. O casal Bruno Gallerani, gerente de marketing da área de Pets, e Aline Mello, consultora de Recursos Humanos da Boehringer Ingelheim, se voluntariou para a adoção temporária do cãozinho Lord.

"Foi impossível não ter o coração tocado ao ver os cães da AMPARA! Decidimos em conjunto abrir a nossa casa e o nosso coração para dar amor a mais um animalzinho, já que temos também uma cadela e uma gata", afirma Bruno.

"Conhecemos a história do Lord, e o que nos motivou a optar por ele foi a idade avançada. Sabemos que cães mais velhos têm menos oportunidade de receberem um lar, ainda que temporário", diz ele.

O gato Pontinho também recebeu um lar adotivo. Aline Cervone, analista de eventos da Boehringer Ingelheim, levou Pontinho para se juntar os outros dois gatos dela, Johnny e Madrid.

"Está sendo incrível ter o Pontinho em casa. Eu me apaixonei por ele assim que vi a foto, e quando a mostrei ao meu esposo foi também contagiante", conta Aline. "Ele tem alegrado muito nossa quarentena, principalmente por vermos como se sente cada dia mais à vontade. Agradeço a Boehringer Ingelheim e a AMPARA Animal pela oportunidade de trazer mais alegria para dentro da minha casa. E adivinhem: Pontinho não irá mais embora", diz.

Segundo dados da AMPARA Animal, 40% dos lares temporários acabam se tornando definitivos, pois os tutores se acostumam à vida com o novo membro da família, se apegam e decidem que seguirão com ele em casa.