Empresa faz reflorestamento de zonas queimadas com drone

Os equipamentos que executam esta tarefa possuem câmeras, as sementes 'mágicas', e estão configuradas com inteligência artificial

Drone com Inteligência Artificial ajuda no reflorestamento

Drone com Inteligência Artificial ajuda no reflorestamento

Pixabay

Apesar de queimadas em florestas serem processos normais, que ajudam a limpar o solo para uma nova leva de árvores, as mudanças climáticas e as monoculturas agravam o problema. Para colaborar, uma startup lançou um dorne com sementes para executar esta tarefa dez vezes mais rápido.

Helicóptero da PM transporta idoso com câncer para transplante

Pelo métodos mais conhecidos, o reflorestamente é feito com mudas criadas em estufas. Somente após alguns meses, elas são plantadas manualmente. O processo é muito caro e leva bastante tempo. Mas uma empresa canadense criou o 'Drone Sementes', em tradução livre, para operar nestas zonas queimadas.

De acordo com o fundador, as sementes são envolvidas em uma mistura que ajuda a protegê-las, nutri-las e ainda afastar as pragas. Com isso, ao invés do processo tradicional, o drones distribui as sementes pulando estas etapas com o auxílio de Inteligência Artificial.

Os drones que executam esta tarefa possuem câmeras, as sementes 'mágicas', e estão configuradas com inteligência artificial. A câmera observa e monita as regiões queimadas e colhe detalhes sobre a zona, como por exemplo, a flora local. Após esta análise, solta as bombas de sementes no lugar preciso e mais adequado.