Virtz Empresa oferece bolsa de estudos e resgata autoestima de mulheres

Empresa oferece bolsa de estudos e resgata autoestima de mulheres

Parceria entre Natura e Quero Bolsa dá ajuda de até 80% do valor da mensalidade para consultoras de vendas

  • Virtz | Karla Dunder, do R7

Lanila conquista seu diploma

Lanila conquista seu diploma

Arquivo Pessoal

Foi com o incentivo da família e uma bolsa de estudos que Lanila Mendes Hidalgo, de 45 anos, voltou a estudar. Hoje, seu sonho é concluir a pós-graduação em marketing, mas a vida nem sempre foi fácil.

Nascida em uma família simples, Lanila tinha as roupas costuradas pela mãe. Mesmo com as dificuldades, ela foi uma criança muito criativa, como ela mesma se define. Sempre gostou de ser independente e, aos 15 anos, começou a trabalhar, mas foi justamente quando engravidou da primeira filha, Larissa. "Não tinha condições financeiras, precisava trabalhar e cuidar da bebê e por essa razão parei de estudar."

"Sonhava em fazer uma faculdade, mas não foi possível naquele momento, tive de parar no primeiro ano do ensino médio", conta. "Minha avó ficou muito decepcionada comigo e me disse: 'eu queria ver um diploma nos teus braços, mas você me trouxe um bebê!'".

Aos 19 anos, Lanila ganhou o segundo filho, Diego. Casada, com dois filhos pequenos, passou a se dedicar aos cuidados com a família e a depender financeiramente do esposo. "Meu marido não ligava para festa de aniversário das crianças, mas eu queria fazer um bolinho, então fazia faxina, bordava, vendia chocolate para ter um dinheiro para essas coisas."

Enquanto os filhos iam para a escola, Lanila cursou o EJA (Educação de Jovens e Adultos). Nessa época, conheceu a venda direta de produtos. "Eu tinha preconceito, mas peguei uma revista da Natura e comecei a vender os produtos, aprendi a me maquiar, comprei perfumes pra mim, além de conquistar uma certa independência financeira", lembra ela.

"Minha irmã me incentivava a voltar a estudar e eu sempre deixava para depois, mas quando meus filhos se formaram, decidi fazer o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), fui só com a base que tive na escola e consegui uma nota para o curso tecnólogo de alimentos."

Lanila sonha em concluir a pós-graduação

Lanila sonha em concluir a pós-graduação

Arquivo Pessoal

Nesse mesmo ano, a Natura abriu um programa de incentivo às consultoras. "Aproveitei e logo me inscrevi e consegui bolsa de 100%, além disso, o curso era no formato EAD (Ensino à Distância), pude estudar no meu tempo."

Aos 42 anos Lanila conquistou seu diploma universitário, foi a primeira a ser formar com o benefício.

"Eu fui conquistando a minha independência aos poucos, fui conquistando minha autonomia e sindo muito orgulho do que faço, vejo que a formação trouxe mais qualidade ao meu trabalho e ao mesmo tempo me incentiva a fazer a diferença na vida de outras mulheres."

Ajuda para estudar

Nesta quarta-feira (22), a Natura anuncia uma nova parceria com a Quero Bolsa. Com isso, mais de 1,5 milhão de consultoras poderão ter acesso a bolsas de estudo com até 80% de desconto na mensalidade em cursos de graduação, pós-graduação e tecnólogo em diferentes instituições de todo o país. Além da bolsa, a empresa subsidia parte do valor da pré-matrícula cobrada no momento da inscrição.

As ações ligadas à educação são resultado do IDH-CN (Índice de Desenvolvimento Humano das Consultoras Natura), uma métrica inspirada no indicador do Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) lançado em 2014, que permite acompanhar as condições de vida das consultoras nas dimensões saúde, conhecimento e trabalho e, a partir dos resultados, definir estratégias para construir soluções sociais de acordo com as necessidades da rede.

Também nasceu desse estudo a oferta de cursos preparatórios para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), cursos técnicos e de idiomas, além de cursos de educação financeira e de inclusão digital.

Últimas