Empresa se une a líder comunitário para dar suporte a Paraisópolis

Exto Incorporação e Construção fez parceria com Gilson Rodrigues para ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus na comunidade

Empresa se uniu a líder comunitário para realizar a distribuição dos itens arrecadados

Empresa se uniu a líder comunitário para realizar a distribuição dos itens arrecadados

Divulgação/ Exto

A Exto Incorporação e Construção uniu-se ao líder comunitário Gilson Rodrigues para realizar uma nova ação em Paraisópolis, comunidade na zona sul de São Paulo com 21 mil domicílios e 100 mil moradores.

Por meio do movimento Exto Mãos à Obra, o projeto de responsabilidade social da empresa (que é parceira da comunidade há mais de 10 anos), focou desta vez os esforços no combate ao novo coronavírus.

Contando com o auxílio de Gilson Rodrigues, que é presidente da União de Moradores de Paraisópolis, as famílias da comunidade receberam do movimento 75 mil fraldas descartáveis. Foram os próprios moradores que escolheram o tipo de doação, por ser um artigo escasso neste momento e com alta demanda por lá.

Além disso, a ação recebeu o apoio de outros parceiros da Exto, com doação de 400 refeições familiares fornecidas pelo restaurante O Brazeiro, com casas na Vila Mariana e no Morumbi; mil máscaras de proteção da Ideia Crua; e 400 ovos de Páscoa do Tateno Supermercados.

Os itens arrecadados estão sendo distribuídos dentro da comunidade por moradores voluntários, que passam de casa em casa, priorizando as famílias mais carentes. A entrega é feita de forma organizada, para evitar aglomerações.

Parte das doações arrecadas para serem entregues às famílias de Paraisópolis

Parte das doações arrecadas para serem entregues às famílias de Paraisópolis

Divulgação/ Exto

Ação em tempos difíceis

"Em tempos desafiadores, ao invés de cruzar os braços, optamos pela ação. Envolvemos nossos colaboradores, contribuímos e, também, buscamos parcerias para criarmos uma corrente positiva de ações", afirma Flávia Matos, gerente de marketing e responsável pelo projeto Exto Mãos à Obra.

"Por isso, convidamos marcas solidárias e conscientes que estão próximas à Exto. Muita gente quer ajudar e não sabe como", diz. "Para a ação contamos com a colaboração de pessoas que saíram de suas casas, adotando todas as medidas de proteção e segurança, para fazer tudo isso acontecer. Se cada um fizer um pouquinho, a diferença será enorme para muita gente. Este é um momento de união e pensamento coletivo".

A iniciativa da empresa pretende ser um apoio extra aos moradores mais necessitados da comunidade, que, se fosse uma cidade, estaria entre as 300 maiores do país. Pela sua dimensão, a associação de Paraisópolis criou uma operação interna para conter as infecções pelo novo coronavírus.

"A Exto é amiga de Paraisópolis e nossa parceira há mais de dez anos, desde as campanhas de alfabetização de jovens e adultos, incentivando todos os anos nossas ações de Páscoa e Natal e alguém com quem podemos contar. É um alívio essa inciativa neste momento delicado em que vivemos, da forma mais sincera", afirma o líder comunitário Gilson Rodrigues.

"Para nós é muito importante alcançarmos mais produtos e alternativas que vão além da cesta básica. A gente tem famílias que precisam de acesso a mais coisas e a Exto dá o exemplo doando um item não convencional, atendendo as crianças", diz Gilson.

"As doações são importantes porque tudo o que vem sendo feito em Paraisópolis tem apoio da iniciativa privada, das pessoas físicas. Manter essa estrutura pra gente significa salvar vidas. É por isso que precisamos que as pessoas nos ajudem", lembra o líder.

A Exto está presente na capital paulista há mais de 30 anos com empreendimentos residenciais e comerciais, e, agora, tem como objetivo inspirar outras empresas e pessoas físicas a se mobilizar em ações de solidariedade na luta contra o coronavírus.