Virtz Estudantes e comunidades do Rio têm acesso a aulas de música grátis

Estudantes e comunidades do Rio têm acesso a aulas de música grátis

Visando a transformação social, Instituto Brasileiro de Música e Educação oferece diversas atividades para jovens carentes

Instituto oferece diversas atividades gratuitas para estudantes de escolas públicas

Instituto oferece diversas atividades gratuitas para estudantes de escolas públicas

Divulgação

Completando 10 anos de atuação, o Instituto Brasileiro de Música e Educação (IBME) procura promover a transformação social e a integração comunitária por meio da música e da educação.

Desde o início de sua trajetória, a instituição atende principalmente o público mais vulnerável socialmente, como estudantes da rede pública de ensino, famílias e comunidades do Estado do Rio de Janeiro. O projeto já impactou mais de 20 mil pessoas em uma década, atendendo 400 bolsistas, com atividades como a Geração de Sons, o Sinta o Som e o Som + Eu.

Além de promover atividades musicais em escolas, como saraus, e grandes concertos, o instituto oferece oficinas para formação musical gratuita. Também há editais para seleção de crianças e jovens integrarem as orquestras e grupos musicais, como por exemplo a Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca, a Orquestra Sinfônica Juvenil Chiquinha Gonzaga e Coro Juvenil do Rio de Janeiro.

O impacto social é grande: os alunos do instituto são estudantes da rede pública e a grande maioria vive em bairros periféricos, com renda familiar de até dois salários mínimos. Para saber como participar dos projetos e inscrever-se, visite o site do IBME.

“Nossos resultados apontam para o desenvolvimento das capacidades cognitivas das crianças e dos adolescentes, com estímulo à criatividade, ao aumento da autoestima e à fruição. É notório, nesse sentido, o quanto a relação com os instrumentos musicais e a constância de um aprendizado prazeroso colaboram para uma melhoria dos índices de evasão escolar e de desempenho acadêmico”, afirma Denize Vieira, presidente do IBME.

Últimas