Novo Coronavírus

Virtz Estudo com plasma de curados tem resultados promissores na Itália

Estudo com plasma de curados tem resultados promissores na Itália

Autoridade de saúde no país Giovanni Rezza afirmou que tratamento pode levar a reprodução em laboratório de anticorpos para a covid-19

Especialista aguarda provas científicas

Especialista aguarda provas científicas

Pixabay

O diretor do departamento de doenças infecciosas do Instituto Superior da Saúde da Itália, Giovanni Rezza, afirmou que o estudo com os anticorpos presentes no plasma dos pacientes curados da covid-19  "está dando resultados promissores" em alguns hospitais do país.

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

Rezza observou, no entanto, em entrevista à emissora italiana Rai, que aguarda esperançoso provas científicas sobre a eficácia do tratamento. Os bons resultados teriam ocorrido em hospitais de Pavia e Mântua.

A terapia plasmática, explicou ele, é um método que "vem sendo praticado há algum tempo e também foi usado com sucesso contra a ebola". Mas não é  simples, acrescentou: é preciso encontrar doadores que superaram a doença e são ainda convalescentes, para que possuam muitos anticorpos.

"Isso dificilmente pode ser praticado em uma grande escala porque leva tempo, mas pode dar origem a outras formas de tratamento, com anticorpos produzidos em laboratório, que trariam menos efeitos colaterais e possibilitariam o uso em mais pessoas", comentou Rezza.

Últimas