Virtz Fabricante de automóveis conserta respiradores para hospitais

Fabricante de automóveis conserta respiradores para hospitais

Profissionais da Ford atuam como voluntários e já recuperaram mais de 200 equipamentos que estavam fora de uso

Voluntários estão consertando equipamentos para ajudar no combate à covid-19

Voluntários estão consertando equipamentos para ajudar no combate à covid-19

Divulgação

Funcionários de uma fabricante de automóveis consertaram mais de 200 respiradores mecânicos e direcionaram os equipamentos para hospitais da Bahia e do Ceará.

A iniciativa, que tem apoio do SENAI e outras instituições, faz parte da força-tarefa da Ford no combate ao novo coronavírus.

“Os respiradores mecânicos são um equipamento essencial para o tratamento de pacientes graves da doença. Com o aumento da procura, constatou-se que havia um grande número deles necessitando de manutenção e nos mobilizamos para ajudar”, diz Alex Machado, diretor de Desenvolvimento do Produto.

No total, 15 profissionais das áreas de Engenharia e Manutenção da Ford atuam como voluntários. A grande variedade de marcas e modelos de respiradores é uma dificuldade adicional ao trabalho. Existem equipamentos de várias categorias, desde pequenos e portáteis, usados em ambulâncias, até aparelhos que fazem diversas outras tarefas, além da ventilação mecânica.

“No começo, o desafio foi grande porque ninguém tinha experiência nessa área. Mas logo fomos ganhando segurança, consultando os manuais e os técnicos da área”, conta Alberto Ruiz, engenheiro de Modelagem e Simulação.“O nosso time na Ford é multidisciplinar, tem pessoas com competências totalmente diferentes, mas que juntas criam uma força de trabalho fenomenal.”

A empresa ainda emprestou duas picapes Ranger para o transporte dos equipamentos até os hospitais.

Últimas