Fundação convida sociedade a ajudar o turismo pós-pandemia

A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza abre inscrições para pessoas proporem ideias que ajudem a melhorar o turismo em áreas naturais

Fundação Boticário quer apoio da sociedade para melhorar turismo ambiental

Fundação Boticário quer apoio da sociedade para melhorar turismo ambiental

José Paiva - via Fundação Boticário

O setor de turismo tem sido um dos mais prejudicados pela pandemia do novo coronavírus. O isolamento social leva o ramo a um cenário com demissões e fechamentos de negócios. Para ajudar a área, a Fundação Grupo Boticário convida a sociedade a ajudar.

Para alavancar o setor, a fundação pretende focar no turismo responsável em áreas naturais do Brasil.  O Grupo Boticário de Proteção à Natureza mapeou os desafios, que envolvem soluções para observar animais e plantas, novos modelos de negócios que tenham o turismo de natureza no planejamento, inovações que melhorem a experiência do turista e mecanismos que contribuam com o engajamento do visitante a favor da proteção do meio ambiente.

Para chegar a essa conclusão, a Boticário realizou uma pesquisa no país. Nela, 483 pessoas apresentaram as maiores dificuldades enfrentadas no turismo ambiental. Foram mais de 550 pontos destacados pelos respondentes.

Essa foi a primeira etapa de um processo de cocriação lançado neste ano com o objetivo de envolver diversos atores da sociedade em busca de soluções. Com os desafios identificados, a fundação deu início às inscrições para que a sociedade envie ideias de melhoria e solução para o turismo em áreas naturais. 

Para participar

Qualquer pessoa pode participar: estudantes, pesquisadores, universidades, entidades do terceiro setor, empresários e startup. Basta inscrever a ideia. Pode ser ideias de negócios, negócios já existentes, ideias de produtos, serviços, projetos de conservação, etc .

As melhores propostas selecionadas passarão por uma etapa de mentoria online e, ao final, as que apresentarem maior potencial de serem replicadas em todo o país vão receber o apoio financeiro de até R$ 2 milhões da Fundação Grupo Boticário para que saiam do papel.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 16 de agosto, no site www.fundacaogrupoboticario.org.br. Lá, basta descrever a proposta em um questionário e justificá-la com dados, como estimativa de custo, escala de impacto e possibilidade de replicar a ideia em outras regiões do Brasil.