Fundação das Artes promove aulas online durante pandemia

Programa tem como objetivo ajudar alunos com necessidades especiais a continuarem o desenvolvimento de suas habilidades artísticas

Programa busca estimular a criatividade dos estudantes

Programa busca estimular a criatividade dos estudantes

Divulgação/Fundação das Artes de São Caetano

A Fundação das Artes de São Caetano do Sul tem conduzido suas aulas virtualmente para que alunos e famílias atuem em conjunto neste momento de isolamento social, provocado pela pandemia do coronavírus.

O programa PAPI (Programa de Apoio Pedagógico à Inclusão da Fundação das Artes) busca estimular a criatividade dos estudantes, para que eles dêem novos significados para o ambiente em que estão inseridos.

Confira: Ensino híbrido em SP após pandemia pode aprofundar desigualdades

Desenvolvido desde 2007, o PAPI é formado por adultos e crianças com diagnóstico de Autismo, Dislexia, Síndrome de Down, Deficiência Intelectual, Distúrbio de Aprendizagem, entre outros.

“Eu não entendia absolutamente nada de música. Agora estou aprendendo enquanto acompanho meu filho nas aulas. Peço sempre ajuda para as professoras para compreender do que se trata aquele determinado conceito ou exercício”, comenta a mãe de um dos alunos.

Leia também: Governo revoga MP que dava aval para Weintraub trocar reitores

A equipe tem utilizado plataformas como o Google for Education, Facebook e Skype para as aulas e o Whatsapp para a comunicação com os alunos através de grupos de acompanhamento.

Para os alunos que não possuem estrutura para acompanhar as aulas em ambiente virtual, foi produzido um material pedagógico detalhado, além de um plantão de dúvidas com acesso rápido e fácil a professores e coordenação via telefone