Virtz Homem corre meia-maratona empurrando carrinho com cinco filhos e quer recorde no Guinness

Homem corre meia-maratona empurrando carrinho com cinco filhos e quer recorde no Guinness

O americano Chad Kempel, de Idaho, nos Estados Unidos, completou a prova em 2 horas, 19 minutos e 54 segundos, no fim de março, e tenta entrar de novo no livro dos recordes mundiais

  • Virtz | Do R7

Pai herói: Chad, dos Estados Unidos, correu empurrando um carrinho com seus quíntuplos

Pai herói: Chad, dos Estados Unidos, correu empurrando um carrinho com seus quíntuplos

Arquivo Pessoal/Chad Kempel

Um pai de Idaho, nos Estados Unidos, está prestes a conquistar um novo recorde mundial do Guinness, o livro dos recordes, depois de correr meia maratona enquanto empurrava um carrinho com seus filhos quíntuplos. Haja fôlego!

Chad Kempel mora em Eagle e tem sete filhos. Ele completou a corrida com sucesso em 2 horas, 19 minutos e 54 segundos, no dia 20 de março último, no Oakland Running Festival, em Oakland, na Califórnia. Se o pedido de inclusão no Guinness for aceito por essa façanha recente, será seu terceiro recorde registrado no livro em três anos.

Correr meia maratona empurrando um carrinho com cinco de seus filhos, neste momento, era um desafio que ele não tinha certeza que conseguiria realizar, mas estava disposto a tentar.

Afinal, Chad já tem dois recordes registrados no Guinness, em 2019: um por encarar uma maratona e o outro por uma corrida de rua de 10 km – ambos enquanto empurrava seus quíntuplos no carrinho. 

Preparo começou em janeiro

Animado com o novo desafio, Chad começou a treinar em janeiro deste ano para a meia maratona de março, mas, segundo informações do Good Morning America, ele afirmou que não se sentia totalmente preparado. 

"Eu não tinha noção de quão difícil seria quando comecei. Estava sorrindo, feliz, realizado, até que a corrida começou e eu pensei: 'Uau, isso é difícil mesmo'", afirmou o homem, de 40 anos, em entrevista ao GMA.

Dessa vez, os quíntuplos da família – Lincoln, Noelle, Grayson, Preston and Gabriella – já estavam maiores, então Chad teria de correr e empurrar pouco mais de 78 kg. Para ele, um baita esforço e superação. Para as crianças, uma aventura divertida em família.

"Acho que a maioria das pessoas pensa que é preciso apenas estar preparado fisicamente para completar uma prova assim. Mas isso é apenas uma pequena parte. Acredite ou não, o mais importante disso tudo não é minha superação física, mas ver a alegria das crianças, ver que eles estão se divertindo e curtindo a corrida", disse o pai.

Chad também afirmou que ver suas filhas mais velhas, Savannah, de 7 anos, e Avery, de 5, dando as boas-vindas à trupe ao fim da corrida, e ter sua esposa, Amy Kempel, de 38 anos, acompanhando a corrida toda de bicicleta, pela primeira vez, foi muito especial.

"Em vários momentos, eu dizia: 'Não sei se consigo continuar', e minha mulher me incentivava: 'Vamos, você consegue, você tem treinado para isso. Você já fez isso antes, olhe para as crianças, elas estão sorrindo e adorando a corrida'", lembra Chad. "Então, com o apoio dela, a gente conseguiu finalizar mais essa corrida."

Homenagem à esposa

Chad contou que, inicialmente, se inspirou para correr empurrando seus quíntuplos num carrinho depois de observar a força e perseverança que sua esposa demonstrou após o nascimento prematuro dos bebês, em janeiro de 2018. Ele ficou animado também ao ouvir a história de uma mãe que completou uma maratona enquanto empurrava suas crianças no carrinho.

"Decidi fazer algo para homenagear o que a Amy fez por nós", disse Chad. "Nós sempre seguimos em frente e nunca deixamos que o tamanho da nossa família nos impedisse de fazer as coisas que a gente já fazia com apenas um filho."

A própria história de Chad é bastante inspiradora: de um garoto que jamais imaginou que pudesse correr, ele virou um jovem que abraçou a corrida no ensino médio e aprendeu a amar esse esporte. Agora, adulto, ele costuma correr uma ou duas vezes na semana.

"Durante a maturidade, correr sempre foi meu 'antidepressivo', e eu corro para esquecer um pouco [de problemas] e apreciar a paisagem."

Últimas