Homem evita Natal escuro e frio ao pagar contas em cidade nos EUA

Mike Esmond pediu, no início desse mês, a lista de todos que estavam em atraso e pagou todas as contas, evitando o risco de corte de fornecimento

Além de pagar as faturas, Esmond ainda enviou um cartão de Natal para cada casa

Além de pagar as faturas, Esmond ainda enviou um cartão de Natal para cada casa

EFE/EPA/Christian BrunaH

Um homem de 73 anos, que vive na cidade de Gulf Breeze, na Flórida, nos Estados Unidos, decidiu pagar as contas de 36 famílias, para evitar o que aconteceu com ele em 1983, quando passou o Natal sem energia elétrica em casa.

Segundo informações publicadas pelo site Weather Underground, por quase quatro décadas atrás, Mike Esmond passou as festas de fim de ano com as três filhas, sem luz e sem calefação, enquanto os termômetros marcavam 12 graus negativos.

"Não tínhamos aquecimento naquele ano. Foi a temperatura mais baixa registrada na história na Pensacola. Tínhamos pedaços de gelo grudados nas janelas", revelou o idoso, ao "Pensacola News Journal".

Por isso, quando recebeu as contas de luz, água e gás nesse mês e percebeu que a data estabelecida para o corte dos serviços dos clientes que não estavam em dia até 26 de dezembro, tomou uma atitude para evitar o sofrimento de grande número de pessoas.

Esmond pediu, no início desse mês, a lista de todos que estavam em atraso e pagou todas as contas, evitando o risco de corte de fornecimento. Para isso, precisou desembolsar US$ 4,6 mil (R$ 18,6 mil).

"Quis fazer algo que pudesse, realmente, ajudar as pessoas durante o Natal, uma data em que muitas famílias precisam decidir se pagam as contas ou se compram presentes para os filhos", explicou o idoso, que é dono de uma pequena empresa.

Além de pagar as faturas, Esmond ainda enviou um cartão de Natal para cada casa.

'Sua conta foi paga'

"É uma honra e um privilégio informar a você que a dívida de sua conta foi paga por Gulf Breeze Pools and Spas. Poderá descansar melhor durante este feriado, sabendo que tem uma conta a menos para pagar" escreveu.

A resposta foi inesperada para o próprio Esmond, com inúmeras mensagens de agradecimento postadas no Facebook.

"Às vezes, me desespero com a vida, que me dá golpes de todos os lados. Mas, pessoas e empresas como estas nos fazem recuperar a fé. Quero agradecê-lo do fundo do meu coração, por me mostrar que há algo bom neste amargo e frio mundo", escreveu Angela Cascio.

"Pela primeira vez em muito tempo, realmente, fui surpreendida pela generosidade dessa maravilhosa comunidade em que vivemos", postou Amanda Raasch.