Virtz 'Honestidade vem 1º', diz catadora que achou e devolveu R$ 36 mil

'Honestidade vem 1º', diz catadora que achou e devolveu R$ 36 mil

Catadores da Acropem, de Araçatuba (SP), encontraram o valor dentro de um cofre abandonado, acionaram a polícia e entregaram o dinheiro

  • Virtz | Ana Clara Arantes, do R7

Após acionar a polícia, Sílvia diz que 'honestidade vem em primeiro lugar'

Após acionar a polícia, Sílvia diz que 'honestidade vem em primeiro lugar'

Reprodução/Fala Brasil - Record TV

Após quatro catadores da Acrepom (Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Materiais Recicláveis de Araçatuba) terem encontrado um cofre com R$ 36 mil dentro, o R7 conversou com Sílvia Cristina dos Santos, coordenadora de pátio da associação, e uma das pessoas que descobriu o dinheiro.

Leia mais: Catadores encontram mais de R$ 35 mil e devolvem valor à polícia

"Estávamos tentando levar o cofre para fazer como base para um tambor de água que usamos para lavar louças, depois que perdemos quase tudo com o incêndio na sede", conta Sílvia.

Ela e mais um colega de trabalho tentavam carregar o objeto, quando caiu uma nota de R$ 100 de dentro dele. "Na hora começamos a brincar que dividiríamos o dinheiro, mas não era sério. Levamos o cofre para a secretária da associação em seguida", relata.

Lá, contaram o dinheiro e acionaram a Polícia Civil. Para Sílvia, não havia outra possibilidade. "Nós sabemos que a honestidade vem em primeiro lugar. O dinheiro não é nosso e tem que ser entregue ao dono", diz.

Ela diz ainda que o sentimento é de felicidade: "É gratificante. Entregamos nas mãos certas", observa.

Últimas