Hospitais dos EUA usam músicas para suavizar tempos de pandemia

Músicas animadoras, desde 'Here Comes the Sun', dos Beatles, ao tema do filme 'Rocky', estão sendo tocadas para estimular os profissionais de saúde

Hospitais de Nova York tocam músicas para incentivar os profissionais de saúde na jornada contra o coronavírus

Hospitais de Nova York tocam músicas para incentivar os profissionais de saúde na jornada contra o coronavírus

Reuters

O medicamento mais poderoso usado para levantar o moral dos profissionais de saúde da região de Nova York, epicentro da crise de coronavírus nos Estados Unidos, pode muito bem ser a música.

Infusões diárias de músicas animadoras, desde o clássico dos Beatles "Here Comes the Sun" ao tema do filme "Rocky", estão sendo tocadas nos hospitais para estimular enfermeiros, médicos e equipe de apoio.

Cerca de 545 mil pessoas foram diagnosticadas com Covid-19 nos Estados Unidos até domingo e cerca de 21.600 morreram da doença altamente contagiosa.

Aplausos e canções

Por volta das 16h30, uma dose diária de "Call On Me", da cantora pop australiana Starley, tem fortalecido a equipe de um dos hospitais Mount Sinai, na cidade de Nova York, que aplaude quando pacientes recebem alta.

"Algumas pessoas diriam para aceitar seu destino. Bem, se esse for o destino, encontraremos uma maneira de trapacear", canta Starley. "Você sabe que pode me chamar quando não conseguir impedir as lágrimas de caírem."

Em New Jersey, a música tema de "Rocky" foi disparada no Centro Médico Regional de St. Joseph, em Paterson, quando o dr. James Pruden, diretor de preparação para emergências do hospital, recebeu alta na semana passada ao se recuperar do vírus.

Em Long Island, Nova York, a alegre "Here Comes the Sun" explode no sistema do Mount Sinai South Nassau, em Oceanside, toda vez que um paciente com Covid-19 recebe alta.

(Reportagem adicional de Herbert Lash e Jonathan Allen em Nova York)