Hospital de SP ganha máquinas de costura para produzir máscaras

Doação foi feita por multinacional japonesa como parte dos esforços para ajudar na luta contra a pandemia do novo coronavírus

Hospital de SP recebeu 10 máquinas de costura para produção de máscaras

Hospital de SP recebeu 10 máquinas de costura para produção de máscaras

Pixabay

O Hospital Filantrópico Santa Marcelina, na Zona Leste de São Paulo, recebeu 10 máquinas de costura para a produção diária de 1.800 máscaras descartáveis em TNT 50, que serão usados pelos profissionais da saúde. A doação foi feita pela multinacional japonesa Brother, como parte dos esforços para ajudar na luta contra a pandemia do novo coronavírus.

Rosane Ghedin, diretora presidente do hospital, conta que a instituição atravessa um momento delicado e por isso foi criada a campanha COMVIDA_20, para a captação de insumos hospitalares e recursos monetários.

"A doação das máquinas de costura ampliará a confecção de máscaras, tanto descartáveis de TNT como a de tecido, e serão direcionadas para os colaboradores na linha de trabalho assistencial", explica a diretora.

Veja também: Empresa reabre sala de costura para produzir 36 mil máscaras

João Yazaki, gerente de Marketing da Brother Brasil, ressalta que os modelos direcionados ao hospital são ideias para quem está no início do aprendizado em costura.

A ação da multinacional se junta à doação anterior de 15 máquinas de costura realizada para o Hospital Divina Providência, em Porto Alegre. "É hora de ajudar ao próximo", finaliza Yazaki.

Ilustrador mostra o que em breve você fará com o fim da quarentena