Hotéis dão abrigo a profissionais da saúde e garantem isolamento

Campanha ajuda pessoas que estão na linha de frente do combate ao coronavírus no Brasil a protegerem os familiares com os quais dividem casa

Ignácio trabalha em hospital no Rio de Janeiro

Ignácio trabalha em hospital no Rio de Janeiro

Acervo pessoal

O diretor médico da prefeitura do Rio de Janeiro, Ignácio Garcia, conseguiu se hospedar gratuitamente em um hotel da cidade para se distanciar dos familiares enquanto trabalha na linha de frente do combate ao coronavírus. O especialista em saúde afirma que “a experiência profissional enfatizou mais ainda essa decisão”.

Garcia é um dos hóspedes da campanha Você pelos outros, nós por vocês, realizada pela plataforma de reservas de hotéis Visit Now, que oferece quartos gratuitos ou com baixo custo para profissionais da saúde que estão trabalhando no combate ao coronavírus e não querem correr o risco de contaminar as pessoas que moram com eles.

O médico diz que pretende ficar hospedado no hotel até o fim da pandemia. Segundo ele, a sensação é "confortante". "Nesse momento em que tanto precisamos, surge como um acalento em meio ao caos. Estamos focados no trabalho sem preocupações em trazer prejuízos ao lar”, afirma.

Saiba como se proteger contra o novo coronavírus

Monica está longe dos filhos

Monica está longe dos filhos

Acervo pessoal

A enfermeira Mônica Correa da Silva está hospedada gratuitamente em São Paulo. Ela conheceu a campanha por meio de um grupo de mensagens do Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual de São Paulo) e está em um hotel desde que começaram a preparar o hospital para receber casos de coronavírus.

“Pra mim é uma sensação de medo e tristeza por estar me isolando dos meus filhos e um alívio pelo mesmo motivo. Fico muito emocionada de ver essa mobilização da sociedade, reconhecendo nosso papel de cuidadores e nos apoiando”, revela a enfermeira.

O CEO do Visit Now, Bruno Guimarães, afirma que, em um primeiro momento, a plataforma tenta procurar hotéis com quartos gratuitos em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE), Bertioga (SP) e Palmas (TO).

Caso não haja disponibilidade ou o profissional da saúde prefira outra região, o próximo passo é a busca por locais a preço de custo ou com grandes descontos. Guimarães explica que a ideia foi expandida para além dos médicos por uma questão financeira, já que normalmente esses profissionais recebem salários maiores do que enfermeiros, por exemplo.

“Quanto mais hotéis se disponibilizarem, mais [profissionais] conseguimos atender”, afirma Guimarães. Os agentes de saúde são atendidos por ordem de cadastro no site, salvo exceções. Para o CEO do Visit Now, este “é um propósito que está sendo gratificante de participar”.

A plataforma também está procurando os setores de recursos humanos dos hospitais para ajudar na divulgação do serviço a quem precisa.

Trinta e nove hotéis estão participando da ação, entre eles Tryp Paraíso, no Paraíso; Cobogó, em Pinheiros; B&B Luz, localizado no centro; e Radisson, na avenida Paulista. A campanha já recebeu o cadastro de 249 profissionais da saúde. 

Os hotéis e trabalhadores interessados em participar da campanha devem preencher um formulário no site oficial ou entrar em contato com a central de atendimento do VisitNow no telefone: 0800 007 1861.