Indústria doa notebooks para aproximar doentes de familiares

A fabricante Samsung também entregou kits com testes rápidos para os governos federal e estaduais de São Paulo e Amazonas

Tablets e notebooks garantem contato na quarentena

Tablets e notebooks garantem contato na quarentena

Samsung / Divulgação

A fabricante de produtos eletroeletrônicos Samsung anunciou a doação de R$ 5 milhões para o poder público brasileiro. Serão enviados valores ao governo federal e aos governos estaduais de São Paulo e Amazonas.

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

A ação para o governo federal inclui a doação de tablets, notebooks e kit de testes rápidos que serão distribuídos, pelo Ministério da Saúde, entre as unidades de saúde do país dedicadas ao tratamento da covid-19.

Os tablets e notebooks têm como objetivo aproximar os doentes de seus familiares mesmo durante o período de quarentena.

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo receberá testes rápidos para detectar o novo coronavírus. Também serão entregues tablets, TVs e notebooks para o Hospital das Clínicas, na capital paulista.

Em Campinas (SP), cidade em que está situada uma das fábricas da Samsung,  a empresa doará máscaras para a prefeitura distribuir entre suas unidades de saúde.

Em Manaus, no Amazonas, onde a companhia também tem uma indústria, serão entregues kits de testes e tablets para o governo local. 

“A Samsung reforça o compromisso de mais de 30 anos no Brasil, apoiando o povo brasileiro com recursos e tecnologia para superar esse período desafiador. Temos orgulho de fazer parte deste país e agora, mais do que nunca, devemos permanecer juntos para minimizar o impacto da covid-19 ”, afirma Yoonie Joung, Presidente da Samsung Brasil.

Entre as ações da empresa no mundo estão doações de dinheiro e produtos a hospitais, escolas e instituições que apoiam pequenas empresas e comunidades vulneráveis nos Estados Unidos e a concessão de uma de suas fábricas na Coreia do Sul para as autoridades do país usarem-na como centro para receber pacientes.

Também na Coreia do Sul, um grupo de engenheiros da Samsung trabalha com empresas do país no desenvolvimento de máscaras, oferecendo layouts e processos mais eficientes que chegaram a dobrar a produção dessas fábricas.