Irmãos têm comemorações de aniversário adaptadas à quarentena

Isabela celebrou 9 anos levando cupcakes aos melhores amigos e Guilherme, que completou 10, ganhou festa surpresa à distância, com pizza e música

Isabela Tamiazi comemorou 9 anos no dia  19 e seu irmão, Guilherme, 10 anos no dia 27

Isabela Tamiazi comemorou 9 anos no dia 19 e seu irmão, Guilherme, 10 anos no dia 27

Arquivo pessoal

Com cerca de uma semana de intervalo, os irmãos Isabela e Guilherme Tamiazi comemoraram seus aniversários com gestos de carinho e amizade de forma adaptada ao isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus

Bolinhos distribuídos por Isa para comemorar seu aniversário de 9 anos

Bolinhos distribuídos por Isa para comemorar seu aniversário de 9 anos

Arquivo pessoal - 19.04.2020

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

A primeira foi Isabela, que completou 9 anos no dia 19 deste mês. A data caiu num domingo, dia em que aproveitou para preparar minibolos e brigadeiros com o pai. Com todos devidamente assados e decorados com chocolate e granulado coloridos, foi a vez de distribuir para as pessoas que gostaria de ter ao seu lado na comemoração.

Leia também: Funcionário de hospital ganha festa ao receber alta após covid-19

"Tive a ideia de dar os cupcakes porque ninguém podia vir aqui em casa, aí eu quis compartilhar e resolvi dar pras pessoas especiais", conta a menina. A lista incluía dez nomes, entre amigos e familiares. Em retribuição, a tia, o primo e a namorada dele, que receberam os mimos, enviaram um vídeo cantando parabéns com o presente que ganharam da generosa aniversariante.

Veja também: Nutricionistas de hospital no Rio deixam bilhetes a pacientes

Na noite do dia 26, foi a vez de Guilherme. A data correta do aniversário era só no dia 27, mas como caía numa segunda-feira, seu melhor amigo, Manolis Petros, antecipou a comemoração surpresa para o domingo.

A mãe de Manolis, Renata Manolas, combinou tudo com Fernanda, mãe de Gui e Isa, três dias antes. Levariam uma pizza, vela e fariam uma festa à distância, comemorando na rua, sendo vistos pela janela. A homenagem foi gravada em vídeo. "Só não imaginei que ela fosse ligar a música da Xuxa. Foi muito fofo, ele ficou emocionado, todo mundo que viu o vídeo ficou emocionado", conta Fernanda.  

Isa, Gui e Manolis, abraçados por Renata, em 2019. À frente, Petros, pai de Manolis

Isa, Gui e Manolis, abraçados por Renata, em 2019. À frente, Petros, pai de Manolis

Arquivo pessoal - 27;04.2019

No domingo à noite, Manolis, o pai e a mãe estacionaram o carro na frente da casa, na tranquila Vila Ipojuca, zona oeste de São Paulo. Botaram a pizza no capô, acenderam a vela, botaram "Parabéns da Xuxa" pra tocar e fizeram a festa dançando e cantando para o amigo.

"Foi muito legal, nós nos divertimos bastante, eu pintei meu cabelo, o Gui chorou de emoção. A gente ficou muito feliz", conta Manolis, que agora tem cabelo verde. "Gostei", diz Guilherme. "Eu gostaria que meu aniversário fosse bom, feliz. E foi".

As famílias convivem desde que os meninos nasceram. No ano passado, os amigos comemoraram a data juntos, na Riviera de São Lourenço, litoral norte de São Paulo. "Esse ano a gente não pode fazer uma super festa, mas foi melhor que uma festa porque está todo mundo saudável, todo mundo bem", diz Renata, mãe de Manolis, que organizou tudo. 

Após a surpresa, o aniversariante desceu e cumprimentou o amigo com o pé e pegou a pizza que ganhou de presente. "Comemos uma pizza na nossa casa e eles comeram lá na deles", descreve Renata. "Todo mundo chorou, foi super emocionante." Veja o vídeo da homenagem: