Itaúsa e acionistas doarão R$ 100 milhões para combater covid-19

A doação será destinada ao programa Todos pela Saúde, projeto lançado em abril deste ano com doação de R$ 1 bilhão pelo Itaú Unibanco

Doação será usada para, entre outras coisas, ajudar na construção de hospitais de campanha para combater o novo coronavírus

Doação será usada para, entre outras coisas, ajudar na construção de hospitais de campanha para combater o novo coronavírus

Reprodução/ Pixabay

A holding de investimentos Itaúsa fará uma doação de R$ 50 milhões para combater os efeitos do novo coronavírus no Brasil. Soma-se a isso a ajuda de mais R$ 50 milhões, que serão doados pelas famílias Villela e Setubal, acionistas controladores da Itaúsa, para contribuir com os esforços no combate à pandemia.

A doação de R$ 100 milhões será destinada ao programa Todos pela Saúde. Esse projeto foi lançado em abril com doação de R$ 1 bilhão pelo Itaú Unibanco, já com o intuito de ajudar a combater os impactos da doença sobre a sociedade brasileira.

A Itaúsa que tem em seu portfólio empresas como Itaú Unibanco, Duratex, Alpargatas e NTS. "As iniciativas adotadas tanto pela holding quanto pelos controladores reforçam o nosso compromisso com o País e com os brasileiros", diz Alfredo Setubal, presidente da Itaúsa.

"Temos absoluta consciência da gravidade da situação e reafirmamos nossos valores empresariais éticos e de solidariedade", reforça ele.

Grupo de especialistas

Os recursos recebidos no programa Todos pela Saúde são administrados por um grupo de especialistas que atuam em diversos setores da saúde. A iniciativa tem como base quatro eixos: informar (esclarecimento da população e treinamento para uso de equipamentos), proteger (compra de equipamentos de proteção e prevenção), cuidar (compra de testes e equipamentos hospitalares, construção de hospitais de campanha e novos leitos de UTI) e retomar (investimento no preparo da sociedade para retorno à normalidade).

"Estamos vivendo uma situação sem precedentes e de alto impacto para todos nós. É hora de nos unirmos e sermos solidários uns com os outros. Vamos fazer o que for possível para proteger nossos colaboradores, suas famílias e para ajudar a população a superar o mais rápido possível as consequências da covid-19", acredita Henri Penchas, presidente do Conselho de Administração da Itaúsa.

Além das ações envolvendo o programa Todos pela Saúde, a Itaúsa também aderiu ao movimento #NãoDemita desde o início da pandemia, tentando manter o quadro de colaboradores e evitando demissões.

A Itaúsa é uma holding brasileira de investimentos, de capital aberto, com mais de 45 anos de trajetória, que investe em setores como financeiro, bens de consumo e infraestrutura.