João Gordo faz vaquinha para dar marmitas veganas a desabrigados

Cantor da banda Ratos de Porão comanda o projeto Solidariedade Vegana, que busca reduzir os impactos da fome na população em situação de rua

João Gordo, o cantor da banda Ratos de Porão, abriu uma vaquinha para entregar marmitas veganas a moradores de rua durante a pandemia do coronavírus. Conhecido por ser um defensor da causa contra a crueldade animal, o ícone da MTV está comandando o projeto Solidariedade Vegana, que busca reduzir os impactos da fome na população em situação de rua, que tem sofrido gravemente com as consequências econômicas da covid-19.

João Gordo, o cantor da banda Ratos de Porão, abriu uma vaquinha para entregar marmitas veganas a moradores de rua durante a pandemia do coronavírus. Conhecido por ser um defensor da causa contra a crueldade animal, o ícone da MTV está comandando o projeto Solidariedade Vegana, que busca reduzir os impactos da fome na população em situação de rua, que tem sofrido gravemente com as consequências econômicas da covid-19.

João Gordo comanda projeto de distribuição de alimentação vegana para moradores de rua durante a quarentena

João Gordo comanda projeto de distribuição de alimentação vegana para moradores de rua durante a quarentena

Hypeness

O projeto tem como meta ajudar pessoas em situação de rua na região de São Paulo. Com doações de empresas e pessoas físicas, que também podem financiar o projeto com alimentos e embalagens, a iniciativa pretende fazer até 6 mil refeições por mês.

As doações começaram no bairro do Bixiga, na parte central da capital paulista, mas tem rapidamente se expandido. Até o MST, o Movimento dos Sem Terra, tem ajudado com produtos orgânicos a incrível iniciativa que alivia uma parte dos danos causadas pela pandemia e conscientiza as pessoas a adotar uma alimentação livre de crueldade.

Feijoada Vegana feita pelo projeto de João Gordo

Feijoada Vegana feita pelo projeto de João Gordo

Hypeness

“Nossas marmitas são veganas pois acreditamos que além de um alimento acolhedor e saudável, queremos semear a energia de vida e o respeito/sinergia com todos os seres do planeta. Nossa meta é poder servir ao menos 100 refeições diárias em Abril e Maio, sendo um total de 6 mil refeições, o que acaba tendo um custo muito maior do que podemos arcar. Qualquer valor a partir de R$5 é muito bem-vindo (este é o mínimo que o sistema aceita)”, afirma a campanha de financiamento do projeto no Catarse, que você pode ajudar nesse link.

Outra iniciativa que você pode ajudar é a do Restaurante do Talal, o refugiado sírio que tem trabalhado com sua esposa para distribuir refeições gratuitamente para moradores de rua e idosos ao redor de toda a cidade de São Paulo. Nesse momento, é importante financiar esse tipo de campanha, afinal, os mais de 20 mil moradores de rua da capital paulista perderam boa parte de seus recursos com o fechamento de comércios e redução de circulação da população.

Confira um pouco da página do Solidaderiedade Vegana no Instagram: