Jovens montam 1° parquinho para crianças com deficiência do RJ

Três jovens voluntários arrecadaram R$ 21 mil para adaptar local com balanço e gira-gira pensados para crianças cadeirantes brincarem

Jovens criam primeiro parque adaptado do Rio de Janeiro

Jovens criam primeiro parque adaptado do Rio de Janeiro

Divulgação/One by One

O primeiro parquinho adaptado do Rio de Janeiro foi inaugurado pelo projeto Adapta Rio no último mês. A ideia surgiu quando três amigos voluntários da ONG perceberam que as crianças com deficiência tinham limitações para brincar nesses espaços.

Os amigos Luiza Ourivio, 18 anos, Cláudio Palhares e João Roberto Duque, ambos com 17 anos, conseguiram arrecadar o valor necessário para a construção do parque com o apoio da ONG One by One.

"São dois brinquedos: um balanço próprio para cadeira de rodas e um gira-gira, que comporta duas crianças cadeirantes e quatro sem deficiência. A idéia é promover a interação", explica Teresa Stengel, fundadora da ONG One by One.

Leia mais: Enfermeira cadeirante ganha prêmio de 1 milhão de dólares

O objetivo agora é levar esses brinquedos adaptados para diversos locais públicos da cidade, mas ainda não há data para o início das obras. O custa para construir cada parquinho é de aproximadamente R$ 21 mil.

Gira-gira comporta até seis crianças

Gira-gira comporta até seis crianças

Divulgação/One by One

O primeiro parque adaptado do Rio foi instalado no condomínio Pedra de Itaúna, mesmo local de funcionamento da One by One.  Para utilizar os brinquedos as famílias precisam pedir autorização na portaria.

Teresa destaca ainda a importância do projeto para integrar as crianças do condômino com a comunidade ao redor. "Isso é inclusão social e está fazendo a diferença na vida das crianças e na vida do Rio de Janeiro. Estamos fazendo história", afirma.