Virtz Lutando contra a Covid-19, mãe finalmente consegue conhecer seu filho 98 dias após dar à luz

Lutando contra a Covid-19, mãe finalmente consegue conhecer seu filho 98 dias após dar à luz

Rowena Salas, de Las Vegas, nos EUA, perdeu o marido durante a pandemia e teve que enfrentar o coronavírus por longos meses

Rowena sofreu grandes perdas durante a pandemia e agora está se recuperando

Rowena sofreu grandes perdas durante a pandemia e agora está se recuperando

Divulgação/HCA Healthcare's Sunrise Hospital & Medical Center

Rowena Salas, de Las Vegas, nos Estados Unidos, enfrentou grandes percalços de 2020 para cá. Em maio do ano passado, perdeu seu marido, Jaime Salas, vítima de uma pancreatite hemorrágica, bem no meio da pandemia.

Sua primeira filha, Mia, nasceu em março de 2020, justamente quando o coronavírus estava apavorando o mundo todo. E agora, após passar quase quatro meses internada, ela finalmente pôde conhecer seu bebê, Oliver, que nasceu em novembro, enquanto a mãe lutava bravamente contra a Covid-19.

A mulher deixou o hospital apenas na semana passada, segundo informações do Good Morning America. Ela foi internada em novembro de 2021, quando estava grávida de sete meses.

Rowena e a equipe que cuidou dela no hospital durante o tratamento contra a Covid

Rowena e a equipe que cuidou dela no hospital durante o tratamento contra a Covid

Divulgação/HCA Healthcare's Sunrise Hospital & Medical Center

Rowena contou que, quando ela chegou ao hospital, os médicos disseram que ela teria de passar por uma cesárea de emergência para salvar tanto a vida dela quanto a do bebê.

"Eu me lembro de responder 'eu não estou preparada para isso, o bebê ainda não está pronto para vir', eu estava surtando com tudo aquilo", afirmou ela ao GMA. "Depois disso, eu só me lembro que acordei e era janeiro."

Logo depois do nascimento da criança, ela teve de passar por tratamentos intensivos para conseguir se curar da Covid-19 e permaneceu internada no Sunrise Hospital, em Las Vegas.

Força para lutar

O bebê de Rowena, Oliver, nasceu bem no Dia de Ação de Graças, em 25 de novembro de 2021. Ele teve de passar um período em uma UTI neonatal e, quando foi liberado, passou a ser cuidado por familiares, junto com a irmã mais velha, Mia.

Quando voltou a si após os cuidados intensivos recebidos, para conter a complicações que a Covid lhe trouxe, Rowena disse que só conseguia focar em uma coisa: como ela daria conta de ser mãe de dois, sem seu marido do lado.

"Eu disse a mim mesma: 'ninguém irá cuidadar dos nossos filhos tão bem quanto a gente gostaria, então eu preciso me recuperar logo, eu tenho de ficar firme de novo'", contou ela. "Então eu continuei me esforçando para melhorar."

Últimas