Mãe dá peixe de brinquedo e filho dorme abraçado com 'aquário'

Daiane Carvalho optou por presentear Marcelo, de três anos, com animal falso por ele ainda "não ter responsabilidade para cuidar de um de verdade"

Mãe dá filho de brinquedo para o filho e usa pote de maionese como aquário

Mãe dá filho de brinquedo para o filho e usa pote de maionese como aquário

Reprodução/Facebook

Uma mãe encontrou uma alternativa diferente — e bem criativa — de realizar o desejo do filho de ter um peixinho: comprar um de brinquedo.

Daiane Carvalho, de Belo Horizonte, contou a história, que acabou viralizando, nas redes sociais e mostrou que a ideia deu certo, já que o pequeno Marcelo, de três anos, gostou tanto do presente que até dorme abraçado com o 'aquário' feito de pote de maionese.

"Sobre a moda de dar animais vivos como lembrancinha, uma dica: meu filho de três aninhos é APAIXONADO por peixes. Todo mundo me atormenta pra dar um peixinho pra ele. Mas eu não dou porque sei que ele vai acabar mexendo no bichinho quando eu não ver, e vai acabar machucando ou matando ele, mesmo eu ensinando pra não mexer (TRÊS ANOS)", escreveu. "A solução? Comprei um peixinho de brinquedo, em petshop mesmo, e coloquei num potinho de maionese".

Ao R7, Daiane afirmou que optou por dar o brinquedo ao filho por ele ainda ser muito novo e não ter responsabilidade para cuidar de um animal de verdade.

"Ele sabe que é de brinquedo, expliquei para ele que ele ainda não tem idade para ter um peixinho de verdade, que ele teria um de brinquedo por enquanto e, quando ficar mais velho, vai poder ter um de verdade."

A mãe conta que o amor de Marcelo pelo bichinho vem desde muito cedo, quando ele tinha apenas um aninho, mas, quando assistiu aos fimes Procurando Nemo e Procurando Dory, o encanto aumentou. Segundo ela, a solução do brinquedo, que também acabou sendo mais em conta (custou apenas R$ 0,50), é temporária.

"Eu penso em dar para ele um peixinho de verdade, mas eu acho que o peixe é muito sensível, precisa de muitos cuidados, a água tem de ter a temperatura certa, o aquário tem que ser do tamanho ideal, usar filtro, comida adequada etc. Ele precisa de uma responsabilidade maior", afirma.

"Quando ele tiver mais ou menos uns seis anos já dá para a gente começar a pensar em ter um de verdade e ensinar ele a cuidar. Eu acho que os pets ajudam a criar responsabilidade, mas tudo tem o seu tempo, e a gente tem de saber ensinar isso a eles [filhos]."

Confira o post de Daiane que viralizou: