Novo Coronavírus

Virtz Marca de cerveja se une a clubes de SP para ajudar times de várzea

Marca de cerveja se une a clubes de SP para ajudar times de várzea

O projeto é liderado pela Brahma em parceria com Palmeiras e São Paulo leiloando objetos dos clubes para a compra de cestas básicas

Goleiro de várzea ajudado com doação de alimentos

Goleiro de várzea ajudado com doação de alimentos

Divulgação/Brahma

Por conta da pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas foram afetadas e passam necessidades. Pensando nisso, o projeto "Várzea sem Fome" visa levar alimentos para as famílias das comunidades de São Paulo que estão ligadas ao desenvolvimento do futebol de várzea.

Um leilão de bolas e camisas oficiais autografadas pelos times do Palmeiras e do São Paulo será feito e o dinheiro vai ser usado para compra de cestas básicas. "O projeto surgiu de uma iniciativa em uma comunidade do extremo da zona sul de São Paulo, em um lugar de muita vulnerabilidade, e logo cresceu", disse Fábio Santos, diretor geral do Várzea Sem Fome.

Alguns jogadores e ex-atletas também fizeram suas doações para o leilão. O atacante Nikão, do Atlético-PR (doou uma chuteira), os zagueiros Pablo, ex-corinthians, atualmente no Bordeaux (camisa), e Samir, da Udinese (camisa), o ex-meia Conca (camisa do Fluminense), o meia Daniel Simões, do Bahia (camisa), e o volante Jonatan Lima, do Lviv (camisa).

Os lances pelos itens podem ser dados no site oficial. O leilão virtual terá 15 dias de duração e todo o valor arrecadado será transformado em cestas básicas. Quem preferir ainda pode fazer a doação em dinheiro.

Últimas