Médicos usam musicoterapia no tratamento de pacientes de covid-19

Profissionais do Hospital Delphina Aziz, em Manaus (AM), criaram o projeto para entreter doentes e profissionais na linha de frente da pandemia

Médicos tocam e cantam para pacientes na luta contra a doença

Médicos tocam e cantam para pacientes na luta contra a doença

Reprodução / ALEANDRA CRUZ/DELPHINA AZIZ

Médicos do Hospital Delphina Aziz, na zona norte de Manaus (AM), iniciaram um projeto de musicoterapia para contribuir na recuperação de pacientes internados com quadro de covid-19.

Os sons de violão, guitarra, ukulele, bem como o canto dos profissionais de saúde, que já estavam ganhando espaço nos momentos de alta, passaram a ecoar também nos leitos.

A ideia é oferecer um momento de descontração e relaxamento não só para os doentes, mas também para os profissionais que atuam na linha de frente da pandemia.

"Eu uso a música como conexão comigo mesmo e também para me conectar com meus pacientes. Em um cenário como o de um hospital, a música é instrumento que mostra à pessoa que ela não está sozinha. Isso é muito importante", explicou o idealizador do projeto, o médico Henrique Rego.

Duas sessões foram já realizadas no hospital, contemplando dois turnos de plantões. A partir de agora, o hospital deve incluir a musicoterapia, pelo menos um dia da semana, como complemento auxiliar dos tratamentos.