Virtz Menino autista ganha receita de waffles que parou de ser fabricada

Menino autista ganha receita de waffles que parou de ser fabricada

O garoto luta contra a aversão oral extrema e esse alimento é o único que ele consegue comer sem problemas

Criança só come alimento que parou de ser fabricado, mas a empresa criou receita especial para o menino

Criança só come alimento que parou de ser fabricado, mas a empresa criou receita especial para o menino

Reprodução/Jenna Roman

Jerico Roman, de 10 anos, é autista e luta contra desafios alimentares complexos. O menino de Vancouver, no Canadá, só consegue comer os waffles, um tipo de massa prensada numa chapa, da marca Nature's Path. O problema é que a empresa parou recentemente de fazer esse produto.

Jenna Roman, mãe do garoto, fez uma campanha online para que pudesse encontrar os últimos pacotes do produto para comprar.

“Ele foi diagnosticado com autismo aos dois anos de idade e tem lutado contra esse desafio alimentar há oito meses. Trabalhamos com tantos terapeutas de alimentação, mas ele regride quando está doente e temos que começar tudo de novo", disse a mãe solo, de três filhos, ao TODAY.

A mãe fez uma vaquinha online para conseguir transportar, de lojas de todo o país, os últimos pacotes de waffle para alimentar seu filho. Depois de colocar a iniciativa online, a campanha viralizou e Ratana Stephens, CEO e cofundadora da Nature's Path, ficou sabendo e resolver ajudar.

“Soubemos da história de Jerico no mês passado, depois que algumas pessoas nos contataram nas redes sociais. Ouvimos o quanto ele amava nossos waffles e como sua mãe, Jenna, estava tendo dificuldade para encontrá-los nas lojas. Ficamos realmente tocados e queríamos ajudar", disse ela.

A empresa fez uma busca pelos produtos no Canadá e nos Estados Unidos e achou oito caixas restantes. Depois disso, levou os waffles pessoalmente para a família. Como eram os últimos, a empresa chamou a sua equipe de pesquisa e desenvolvimento e começou a trabalhar na adaptação da receita comercial para uso doméstico. Então, eles criaram uma receita dos waffles que pudesse ser reproduzida em casa e a entregou para a mãe de Jerico. Dessa forma, ela não precisaria mais depender do produto industrializado.

Depois de um mês de pesquisas e testes, a receita ficou perfeita, com o mesmo sabor dos waffles de canela, segundo a família. E, agora, Jerico pode continuar se alimentando até conseguir superar essa fase de seu desenvolvimento.

Últimas