Virtz Michael Jordan abre clínica de saúde para pessoas desfavorecidas

Michael Jordan abre clínica de saúde para pessoas desfavorecidas

Já é o segundo centro médico que o astro de basquete inaugura em dois anos, a ideia é que pessoas de comunidades possam ter atendimento

Novo espaço inaugurado por Michael Jordan para atender pessoas de comunidades

Novo espaço inaugurado por Michael Jordan para atender pessoas de comunidades

Reprodução/Instagram novanthealt

Em tempos de pandemia causada pelo novo coronavírus, a lenda do basquete americano, Michael Jordan, abriu sua segunda clínica médica para que as pessoas de comunidades carentes recebam atendimento grátis. O objetivo é oferecer cuidados para a população que não tem condições de ir a um hospital particular.

A primeira clínica passou a ter uso prático como um centro de avaliação respiratória em abril. O local forneceu mais de 14.000 testes para a covid-19 e conduziu até 12.600 consultas móveis de saúde antes de ter que redirecionar os pacientes que precisavam de cuidados primários para outra clínica próxima.

O primeiro centro médico foi aberto em sua cidade natal, Charlotte, Carolina do Norte, nos Estados Unidos, para poder retribuir tudo o que as pessoas de lá fizeram por ele no começo de sua carreira.

A nova clínica será aberta na Statesville Avenue e incluirá uma assistente social clínica em tempo integral no local, doze salas de exame de pacientes, uma sala de raios-X e um espaço de fisioterapia.

Em uma apresentação virtual para lançar a segunda clínica, Jordan falou: "Quando nos reunimos para marcar a inauguração da primeira clínica no outono passado, ninguém poderia prever que enfrentaríamos uma pandemia global apenas cinco meses depois. Estou muito orgulhoso do impacto positivo que nossa clínica teve na comunidade até agora, especialmente durante a covid-19. Nossa segunda clínica fornecerá serviços essenciais para melhorar a saúde e a vida de mais charloteanos."

Últimas