Novo Coronavírus

Virtz Microempreendedores ganham apoio para divulgar negócio

Microempreendedores ganham apoio para divulgar negócio

Profissionais da periferia de SP, do ES e do DF receberão ajuda da campanha #GenteQueFazBem realizada pela Nestlé, em parceria com ONGs 

Entre as iniciativas está a criação de um classificado de doceiros

Entre as iniciativas está a criação de um classificado de doceiros

Pixabay

Uma plataforma vai ajudar a dar mais visibilidade e aumentar os ganhos de microeempreendedores de bairros de periferia durante a pandemia do novo coronavírus em São Paulo, no Espírito Santo e no Distrito Federal. A #GenteQueFazBem foi lançada pela Nestlé, em parceria com três ONGs, Bloco do Beco (SP), Instituto das Pretas (ES) e o Instituto Afrolatina (DF).  

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

As entidades são responsáveis por mapear descobrir histórias de profisisionais que possam simbolizar o empreendedorismo e contar histórias de bem-estar, saúde e cuidados com crianças e idosos. Sobre cada um deles serão gerados dez conteúdos, veiculados no Instagram e no Facebook das marcas participantes - Farinha Láctea, Nescau, NaturNes, Nutren Protein, Nutren Beauty e Leite Moça. A ideia é gerar reconhecimento e ampliar renda de autônomos e donos de pequenos comércios de dentro das favelas. 

Leia também: Jogadoras de verso em Minas Gerais criam projeto para ajudar famílias

Por meio dos posts, os profissionais mostram o que fazem e como fortalecem suas comunidades. Farinha Láctea traz vídeos com dicas de entretenimento para toda a família, enquanto NaturNes e Nescau mostram abordam os cuidados com as crianças. Leite Moça criou um classificado com doceiros, Nutren Beauty traz dicas de autocuidado e Nutren Protein abre espaço para profissionais do esporte apresentarem aulas práticas e exercícios para fazer em casa.

Últimas