Mourinho leva gandula que 'deu gol' a time para almoçar com jogadores

Treinador português já havia comemorado gol do Tottenham ao lado de Callum Hynes, que repôs a bola rapidamente e ajudou equipe a vencer

José Mourinho chegou recentemente ao Tottenham. Mas já tem uma bela história para contar no novo clube. Tudo começou no dia 23 de novembro, na vitória do time inglês para cima do Olympiakos, em jogo válido pela Champions League. Um dos gols da equipe foi marcado "com a ajuda" de Callum Hynes, um dos gandulas oficiais do Tottenham Stadium, que repôs uma bola rapidamente e fez com que ela chegasse em Lucas Moura, que cruzou e o artilheiro Harry Kane mandou para o gol.

Como se não bastasse o abraço de Mourinho, que fez questão de comemorar o gol com o gandula, o garoto de 15 anos ainda foi convidado pelo treinador português a almoçar junto com o elenco do time na véspera de um jogo importante da Premier League.

Garoto não escondeu a felicidade em ficar perto de ídolos

Garoto não escondeu a felicidade em ficar perto de ídolos

Reprodução/Twitter @spursofficial

Na verdade, a ideia do técnico era que Callum Hynes fosse ao vestiário comemorar com os jogadores ainda no dia em que ajudou a equipe, mas, na ocasião, o garoto precisou ir correndo para casa, já que precisava estudar para a prova de matemática na manhã seguinte.

Quando o encontro finalmente deu certo, ele ficou mais próximo não apenas do técnico, mas também de todo o elenco do Tottenham, inclusive Harry Kane, autor do gol que teve a participação do garoto e que é o grande ídolo atual da equipe. Mourinho ainda se derreteu em elogios ao garoto e reafirmou a importância dos gandulas durante as partidas.

O dia, sem sombra de dúvidas, foi inesquecível para o garoto, conforme ele mesmo descreveu: "José não precisava fazer aquilo, foi muito legal da parte dele vir até mim. Aquilo fez meu dia. Não, minha vida! Eu amo os Spurs e foi um momento maravilhoso que nunca esquecerei."

Kaká e Carol Dias curtem lua de mel em lugar paradisíaco nas Maldivas