Virtz Movimento une empresas para a conscientização do câncer de mama

Movimento une empresas para a conscientização do câncer de mama

O 'Vem Falar de Vida' surge como uma rede de propósito para ouvir e ampliar vozes, compartilhando histórias, ações e iniciativas

  • Virtz | Do R7

O 'Vem Falar de Vida' evidencia a importância do cuidado da mulher

O 'Vem Falar de Vida' evidencia a importância do cuidado da mulher

Pixabay

Durante a campanha do Outubro Rosa, a Roche Farma Brasil, empresa pioneira no desenvolvimento de tratamentos para o câncer de mama no mundo, acaba de lançar o Movimento "Vem Falar de Vida", que faz um convite para o autocuidado, principalmente voltado ao câncer de mama.

Leia mais: Empresa se une à ONG para doar perucas a mulheres com câncer

A iniciativa tem como objetivo formar uma rede que promove a conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce e o gerenciamento adequado da doença, ampliando, assim, as chances de cura e controle.

O movimento evidencia a importância do cuidado da mulher, não só em outubro, mas durante o ano todo. 

Para ajudar a ação, empresas e instituições aderiram à ideia. Elas passam a integrar um hub de conteúdos digitais com informações de qualidade para compartilhamento gratuito em suas redes internas e externas, além de um calendário de iniciativas conectadas ao movimento e que estão alinhadas ao propósito do cuidado da mulher frente ao câncer de mama. 

Essas e outras iniciativas passarão por um processo de curadoria e serão amplificadas por meio da #VemFalardeVida nas redes sociais e plataformas digitais, estabelecendo uma agenda relevante ao tema da saúde feminina.

O "Vem Falar de Vida" surge como uma rede de propósito para ouvir e ampliar vozes, compartilhando histórias, ações e iniciativas. Também propõe uma reflexão sobre a responsabilidade de cada um de nós no diagnóstico precoce e controle da doença, além de explicitar a necessidade de enfrentar estigmas e entender que, por trás de cada jornada, existe uma pessoa única, com suas fortalezas e fragilidades.

Dados

Apesar das campanhas e da visibilidade do tema, dos 60 mil novos casos anuais de câncer de mama estimados pelo INCA (Instituto Nacional de Câncer), metade ainda é detectada com mais de 5 cm, segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia, o que significa um diagnóstico tardio. 

"O câncer de mama precisa ser cada vez mais entendido como um tema de interesse de toda a sociedade. Isso significa que cada um de nós precisa fazer o seu papel e ir além, inspirando atitudes efetivas", afirma a diretora de Recursos Humanos da Roche, Denise Horato.

Últimas