Virtz Multinacional dispensa robôs em 500 lojas para gerar novos empregos

Multinacional dispensa robôs em 500 lojas para gerar novos empregos

O Walmart percebeu que a eficiência das pessoas seria melhor em relação aos robôs que estavam sendo usados nos corredores dos estabelecimentos

  • Virtz | Do R7

Funcionários estão voltando aos seus cargos após tentativa de usar robôs

Funcionários estão voltando aos seus cargos após tentativa de usar robôs

Reprodução/Twitter Walmart Inc.

O Walmart está tirando os robôs que havia implantado em cerca de 500 lojas, nos Estados Unidos, para manter o controle do que está acontecendo em suas prateleiras, gerando assim mais empregos para pessoas que estão desempregadas nessa pandemia do novo coronavírus, segundo informações do Wall Street Journal.

A varejista percebeu que trabalhadores humanos poderiam obter resultados mais produtivos do que os dos robôs, que eram equipados com câmeras para identificar produtos fora de estoque ou extraviados.

A questão estaria associada com a pandemia, quando o Walmart direcionou parte da equipe para estoque em função do aumento das compras online e queda da busca nas lojas físicas.

Com isso, a empresa teria percebido que seus funcionários poderiam fazer o inventário, mas também poderia ter pessoas para empacotar e enviar os itens do e-commerce, enquanto, com o uso da tecnologia, os robôs apenas conseguiam realizar a conferência dos itens.

Últimas