Virtz ONG lança campanha online para ajudar crianças no Natal

ONG lança campanha online para ajudar crianças no Natal

Ação quer arrecadar para proporcionar um fim de ano especial para os jovens que estão sendo cuidados pela organização

  • Virtz | Do R7

ONG quer ajudar crianças com presentes e padrinhos

ONG quer ajudar crianças com presentes e padrinhos

Reprodução/Facebook Aldeias Infantis SOS Brasil

A Aldeias Infantis SOS Brasil, uma ONG que trabalha com projetos de fortalecimento de famílias, com formação profissional e inserção no mercado de trabalho, lança campanha online #VOCÊPRESENTE para este Natal. A ideia da organização é trazer novos "padrinhos" para as ações e arrecadar mais de 500 kits de presentes para as crianças e adolescentes acolhidos.

Para os doadores que querem construir uma relação mais duradoura com as crianças, a campanha apresenta a opção de se tornar um Padrinho SOS, estabelecendo vínculo e suporte emocional por meio da troca de experiências com o apadrinhado.

“Apadrinhar é abraçar a causa como um todo, é estar presente, mesmo quando não se está perto. O Padrinho SOS recebe correspondências oficiais com o progresso da criança apadrinhada e ainda pode trocar cartas, enviar presentes em épocas especiais e, após a pandemia, até mesmo agendar visitas para conhecer seu afilhado ou afilhada”, diz Edmond Sakai, Diretor de Relações Institucionais, Marketing e Comunicação da organização.

Campanha feita pela ONG visa ajudar crianças abandonadas

Campanha feita pela ONG visa ajudar crianças abandonadas

Reprodução/Facebook Aldeias Infantis SOS Brasil

A campanha apresenta também opções de kits de presentes de Natal, compostos por roupas, calçados e brinquedos para as crianças e adolescentes.

Para fazer parte dessa ação e apadrinhar uma criança, basta entrar aqui. Quem deseja saber mais sobre a doação de um kit presente de natal pode entrar neste site para mais informações sobre como ajudar.

Projeto quer proporcionar um Natal diferente para os jovens

Projeto quer proporcionar um Natal diferente para os jovens

Reprodução/Facebook Aldeias Infantis SOS Brasil

Últimas