Virtz Pantanal: campanha quer arrecadar fundos para preservação da fauna

Pantanal: campanha quer arrecadar fundos para preservação da fauna

Plataforma de gestão de mídias sociais e atendimento pretende usar internet para ajudar a angariar doações para instituto a partir deste mês

  • Virtz | Do R7

Queimadas no Pantanal batem recorde

Queimadas no Pantanal batem recorde

Rogerio Florentino/EFE - 02.09.2020

Devido às queimadas no Pantanal e à grande devastação do local produzida pelo fogo que tem fugido ao controle, uma campanha nacional será lançada com o objetivo de arrecadar fundos para a preservação da fauna atingida.

A iniciativa é do Buzzmonitor, plataforma de gestão de mídias sociais e atendimento, e irá beneficiar o Instituto de Pesquisa e Conservação de Tamanduás no Brasil. A ONG trabalha pelo equilíbrio do meio ambiente desde 2005.

A plataforma pretende ajudar na divulgação do trabalho e das pesquisas do instituto, visando aumentar a visibilidade nacional da entidade e, assim, alavancar o número de doações ou patrocínios.

Segundo dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), apenas em julho, o Pantanal registrou 1.684 pontos de queimadas — o índice mais alto desde que o órgão passou a medi-lo, em 1998. Uma análise do acumulado do ano — de janeiro a agosto — mostra que os incêndios já atingiram cerca de 12% da área total do bioma, ou seja, 18.646 km².

Para Flávia Miranda, presidente do Instituto Tamanduá, a união dos esforços vai colaborar com ações de restauração de ambientes ameaçados como a Mata Atlântica e os Manguezais, sendo possível realizar a gestão de áreas degradadas pelas queimadas no Pantanal.  "Juntos pretendemos gerar impactos positivos para a sociedade e o meio ambiente", afirma ela.

Tamanduá em área queimada do Pantanal

Tamanduá em área queimada do Pantanal

Carlos Ezequiel Vannoni/EFE - 17.09.2020

Além disso, a preservação de espécies ameaçadas da fauna brasileira, como os tamanduás, é outra causa que receberá ajuda.

A entidade usará o recurso doado para compra de equipamentos veterinários e materiais necessários para os cuidados com os animais.

"Os profissionais estão trabalhando duríssimo, dia e noite, fazendo o que podem com muito pouco em suas mãos", explica Flávia.

A campanha terá início na quinta-feira (15) e as doações podem ser feitas pelo site do instituto.

Elisandra Pessiole, diretora administrativa do Buzzmonitor, diz que a campanha surge como resposta urgente diante das queimadas do Pantanal.  A empresa, que já doou uma quantia de R$ 10 mil à entidade, pretende sensibilizar o maior número de pessoas para a causa do Instituto, que completa 15 anos em 2020.

"O mascote do Buzzmonitor, Tami, é um tamanduá. Sempre simpatizamos com a causa, além de poder contribuir com pesquisas muito importantes nessa área", comenta a diretora da plataforma.

O Instituto também vai utilizar parte dos recursos levantados para contribuir
com as brigadas de incêndios na compra de equipamentos de combate ao fogo e EPIs para os brigadistas que estão atuando nas frentes no Pantanal Sul. Os itens incluem botas, calças, camisas, luvas etc resistentes ao fogo, capacetes, óculos especiais para a proteção, bombas d'água, mangueiras, motosserras, sopradores, pás e enxadas.

Últimas