Virtz Pesquisadora conta a emoção de descobrir texto de Machado de Assis

Pesquisadora conta a emoção de descobrir texto de Machado de Assis

Historiadora estudava revistas do século 19 durante sua tese de mestrado quando encontrou uma biografia de Dom Pedro ll sem autoria

  • Virtz | Ana Clara Arantes, do R7

Pesquisadora descobriu texto de Machado de Assis

Pesquisadora descobriu texto de Machado de Assis

Arquivo Pessoal

Durante um projeto de mestrado defendido em 2016, Cristiane Garcia Teixeira, da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), se deparou com vários textos de Machado de Assis enquanto analisava algumas revistas do século 19, que eram seus objetos de estudo.

O fato chamou a atenção da historiadora. Em apenas uma das revistas, foram publicados 37 textos do autor em quatro meses de contribuição.

As revistas analisadas foram as cariocas "A Marmota" e "O Espelho: revista de literatura, moda, indústria e artes". Nesta última, a pesquisadora encontrou uma biografia de Dom Pedro ll, sem autoria. E foi Cristiane a responsável por descobrir que o texto é do escritor Machado de Assis, que ficaria consagrado na literatura brasileira com "Dom Casmurro", "Memórias Póstumas de Brás Cubas", "O Alienista", "Quincas Borba", entre várias outras obras.

A historiadora explica que, na época, era comum que as publicações não fossem assinadas, especialmente na revista "O Espelho". A descoberta rendeu um artigo acadêmico na revista ArtCultura, da UFU (Universidade Federal de Uberlândia), publicada no 1º semestre deste ano: "M’achado biógrafo: da investigação de uma revista a um texto inédito".

Ao R7, Cristiane conta como foi a emoção de encontrar a história perdida e contribuir para resgatar um dos primeiros trabalhos de Machado.

"Quando eu percebi que aquela biografia podia ter sido escrita por Machado de Assis, fiquei dias sem dormir. Fiquei extasiada. Me lembro que eu ligava para os meus amigos e amigas para falar sobre isso", recorda.

Início da biografia de Dom Pedro II

Início da biografia de Dom Pedro II

Arquivo Pessoal/Cristiane Garcia Teixeira

"Percebi que Machado de Assis aparecia muito mais que os redatores chefes e, não só atuava mais no impresso, como ajudou a criar o empreendimento", afirma Cristiane. 

Leia a biografia completa aqui.

Na época, o autor era um jovem de 20 anos de idade e, de acordo com a historiadora, já existiam algumas características que demonstrava o estilo de Machado de Assis, como ironia e críticas.

Para ela, o que fez a diferença na pesquisa foi a metodologia usada. A pesquisadora começou a investigar como os colaboradores se movimentavam nas páginas da revista e, assim, chegou à descoberta. Além disso, outro método foi procurar em outros textos as características machadianas.

Importante descoberta

De acordo com a escritora e educadora Miryan Lucy de Rezende, a revelação da autoria é importante porque atribui a obra a quem de direito. "Historicamente, percebemos que não há preocupação em valorizar a autoria, principalmente em tempos de redes sociais, em que observamos inúmeros textos dados como autor ou autora desconhecida ou ainda atribuídos equivicadamente a determinado escritor ou escritora."

De acordo com Miryan, a atribuição da biografia de Dom Pedro II ao Machado de Assis faz justiça à história e a literatura.

Últimas