Como a medicina veterinária do coletivo ajuda a melhorar a vida dos animais em abrigos?

A medicina veterinária do coletivo (MVC) é uma das divisões mais recentes da medicina veterinária, que surgiu pela grande demanda de animais abandonados e pela necessidade de aperfeiçoamento da profissão na saúde pública. “Ela se divide em três grandes áreas, sendo a medicina de abrigos, a medicina veterinária forense e a saúde pública”, explica Lucas Galdioli, residente em medicina veterinária do coletivo da UFPR (Universidade Federal do Paraná). A maior finalidade da medicina veterinária do coletivo é promover a saúde e o bem-estar dos indivíduos, famílias e comunidades. “É uma área multidisciplinar, onde os animais são considerados parte integrante e indissociável da sociedade, e que utiliza conhecimentos da Saúde Coletiva, da Medicina de Abrigos e Veterinária Legal”, define Lucas.