Professores e alunos produzem álcool em gel para doação

Etec da zona leste de São Paulo usa laboratório para fabricar produto que está em falta nas prateleiras e vão distribuir em casas de repouso e UBS

Professores e alunos unidos para ajudar o próximo

Professores e alunos unidos para ajudar o próximo

Divulgação

Diante das notícias sobre a falta de álcool em gel usado na prevenção e combate ao novo coronavírus, o diretor da ETEC (Escolas Técnicas de São Paulo) Prof. Adhemar Batista Heméritas, Milton Santana, decidiu colocar o laboratório da escola a serviço da comunidade.

"Percebemos que falta álcool gel nas prateleiras e essa situação tem atingido em especial as pessoas mais pobres", avalia Santana. A escola está localizada no Parque Santo Antonio, um subdistrito da Vila Formosa, na zona lesta da capital paulista, rodeada por comuidades carentes.

Leia mais: Cervejaria vai produzir álcool em gel para doar a hospitais públicos

Como a Etec oferece o curso de farmácia, o diretor deu a ideia de usar o laboratório para produzir álcool em gel a 70% e ajudar quem precisa. Como as aulas estão suspensas por conta do combate ao coronavírus, quatro professores e quatro alunos abraçaram a causa e se voluntariaram.

Santana conseguiu a matéria-prima e mil frascos de 200 ml. "Temos capacidade para produzir 175 quilos de álcool, mas se recebermos mais recursos, podemos continuar produzindo até acabar a pandemia."

Equipe de professores e alunos voluntários

Equipe de professores e alunos voluntários

Divulgação

O álcool em gel deve ser doado para UBS (Unidade Básica de Saúde) da região e também para casas de repouso e abrigos na zona leste. "O mais importante é pode ajudar outras pessoas neste momento de pandemia."

Outras ações

Outra unidade da zona leste, a Etec Parque Belém, está produzindo material de limpeza e higienização de ambientes. Semana passada, foram fabricados 100 litros de água sanitária – a expectativa é produzir mais 80 litros nesta semana, além de 40 litros de detergente. Os produtos serão doados para duas instituições assistenciais próximas à Etec.

No Grande ABC, a Etec de Rio Grande da Serra deve começar a usar seu laboratório de química para produzir desinfetante ainda nesta semana.