Programa contra desperdício de comida arrecada 270 toneladas

Alimentos foram arrecadados em dois mercados e em 68 feiras livres de São Paulo, para atender cerca de 120 mil pessoas carentes e entidades

Comida é repassada para 200 entidades em São Paulo

Comida é repassada para 200 entidades em São Paulo

NILTON FUKUDA/ ESTADÃO CONTEÚDO

O Programa de Combate ao Desperdício e à Perda de Alimentos, da Prefeitura de São Paulo, arrecadou 270 toneladas de comida que seriam desperdiçadas em 2019. Os alimentos foram arrecadados em dois mercados e 68 feiras livres. O projeto, presente em todas as regiões da cidade, atende aproximadamente 120 mil pessoas carentes.

Leia mais: Seis em cada dez brasileiros dizem que desperdiçam alimentos 

O programa recolhe frutas, legumes e verduras que estão em boas condições de consumo, mas que seriam descartadas por não possuir valor comercial. A arrecadação é destinada para mais de 200 entidades cadastradas em uma programa da prefeitura.

“O Programa de Combate ao Desperdício e à Perda de Alimentos é completo e atende o município nos temas de economia, inclusão e sustentabilidade, pois emprega pessoas em estado de vulnerabilidade social e financeira, ajuda munícipes que sofrem de insegurança alimentar com a doação de alimentos e reduz o índice de lixo orgânico, que antes era enviado para os aterros sanitários da cidade”, explica a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

Projeto-piloto

O programa iniciou em 2019 um projeto-piloto no Mercado Municipal Kinjo Yamato. Os alimentos que não estão em condições de consumo são encaminhados para o pátio de compostagem da Sé, onde o resíduo é transformado em composto de qualidade, utilizado posteriormente em plantios e canteiros da prefeitura, assim como na distribuição de adubo para moradoress. Em média, 1,3 tonelada de lixo orgânico é enviada para o pátio de compostagem da Sé somente pelo Programa de Combate ao Desperdício e à Perda de Alimentos.