Projeto leva atendimento médico remoto para área rural do Rio

A ação é uma parceria entre a Prefeitura de Cachoeiras de Macacu, professores de Medicina da UNIRIO e a instituição de ensino Even Education

Projeto leva atendimento médico remoto para a área rural do Rio

Projeto leva atendimento médico remoto para a área rural do Rio

Bongkarn Thanyakij/Pexels

No dia 20 deste mês foi lançado mais uma fase do projeto INOVA, que leva atendimento médico remoto para a área rural do município da região metropolitana do Rio de Janeiro.

A ação social é da Prefeitura de Cachoeiras de Macacu em parceria com professores da escola de Medicina da UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) e a instituição de ensino internacional Even Education. O projeto pretende atender mais de 600 famílias até final do ano. 

O lançamento é uma ação piloto em educação e saúde, com início na área rural de São José da Boa Morte. Este é um segundo passo de uma série de ações de inovação que já existem no Município de Cachoeiras de Macacu há dois anos.

"Com a autorização do atendimento remoto e liberação da telemedicina, o
programa INOVA Cachoeiras de Macacu poderá elevar o nível do atendimento na região com tecnologia e profissionais capacitados assistidos por um corpo docente de doutores da UNIRIO", afirma Alcir Nantes Abuchaim, presidente da Even Education.

Segundo a administração da cidade, o objetivo está em atingir um grande número
de habitantes, especialmente quem esteja mais distante do centro. "Os prefeitos sofrem muito para levar saúde de qualidade para os municípios do interior. O trabalhador rural poderá ser beneficiado com esse projeto", observa o prefeito Mauro Soares.

O subsecretário em Educação e Inovação na Saúde no Estado do Rio, Rossano
Fiorelli, diz que a ação resolve algumas dificuldades: "O projeto vem para solucionar o problema de inserção do médico qualificado no interior do estado e tem tudo para ter êxito", afirma.

Os idealizadores do projeto pretendem expandí-lo para outras cidades do país.